Operação da Polícia Rodoviária autua mais de mil motoristas por embriaguez ao volante no ano novo

Operação da Polícia Rodoviária autua mais de mil motoristas por embriaguez ao volante no ano novo

A Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo autuou mais de mil motoristas sob efeito de álcool e 16 foram presos em flagrante durante a Operação Ano Novo 2020. Os números correspondem os trabalhos nas regiões de Araçatuba, Presidente Prudente, Assis, Marília e Bauru.

De acordo com os resultados parciais compilados entre os dias 27 e 30 de dezembro, quase 15 mil motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro. Desses, 1.012 foram penalizados.

Na região de Araçatuba, 55 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. A operação se estende até o dia 5 de janeiro.

No total, são mais de 3,5 mil policiais militares mobilizados em 124 bases operacionais espalhadas na região. A operação conta ainda com 820 viaturas. Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa implica em infrações gravíssimas como sete pontos na carteira, multa no valor de R$ 2.934,70, além do recolhimento imediato do documento de habilitação e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Conforme a polícia, a recusa a ser submetido ao teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar a infração não insenta o infrator às aplicações das penas. Segundo a corporação, uma das infrações de trânsito que mais atenta contra a preservação da vida é a ingestão de álcool ou outras substâncias psicoativas que determinem dependência. Na hipótese de reincidência, as multas sobem para R$ 5.869,40.

A conduta também pode caracterizar o crime com pena de detenção de 6 meses a 3 anos, conforme lei.

Foto: Divulgação