Vacina contra sarampo está disponível nos postos de saúde em Mirandópolis

Vacina contra sarampo está disponível nos postos de saúde em Mirandópolis

A vacina contra o sarampo segue disponível nos postos de saúde para aplicação em pessoas com idade entre 6 meses e 59 anos ainda não imunizados contra a doença em Mirandópolis.

É importante que a população compareça aos postos preferencialmente com a carteirinha de vacinação para que um profissional verifique a necessidade de aplicação da dose da vacina tríplice viral (protege contra sarampo, rubéola e caxumba), conforme a indicação do profissional de saúde.

Segundo o departamento de Saúde do município, as unidades de saúde que possuem doses são Yoshito Kanzawa (Centro), Dr. Rubens Conrado (Jd. Aeroporto) e Dr. Francisco Pardo (Jd. Nossa Senhora de Fátima). O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

Aos moradores das Alianças, há doses da vacina na unidade Mario Covas (1ª Aliança), das 7h às 16h.

A pasta da saúde informou ainda que neste ano não foi registrado nenhum caso da doença. Ano passado, quatro casos foram considerados como suspeitos, mas todos foram descartados.

Conforme o departamento, estão previstas para esse ano duas campanhas. A primeira ocorre entre 10 de fevereiro e 13 de março, com atualização da caderneta de vacinação para a população entre 5 e 19 anos. E a segunda entre os dias 3 e 31 de agosto para a população entre 30 e 59 anos de idade.

De acordo com a secretaria de Saúde do Estado, a vacina é contraindicada para pessoas imunodeprimidas e gestantes. Pessoas nascidas antes de 1960, na sua maioria, já tiveram a doença na infância e possuem imunidade (proteção) por toda a vida, não necessitando ser vacinadas, conforme diretriz do Ministério da Saúde.

As pessoas que tiverem dúvidas quanto à imunização adequada – conforme a secretaria – devem procurar um posto, com a carteira vacinal em mãos, para que um profissional verifique a necessidade de aplicação, que ocorrerá de forma “seletiva”, ou seja, apenas em quem tiver alguma pendência.

O Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

Os municípios devem ainda seguir realizando ações de bloqueio diante da notificação de casos da doença.

Imagem: Nenhum caso da doença foi registrado neste ano na cidade / Divulgação