Sorria Feliz: Mirandópolis cria projeto para atendimento odontológico nas escolas

Sorria Feliz: Mirandópolis cria projeto para atendimento odontológico nas escolas

A Prefeitura Municipal de Mirandópolis, em parceria com os departamentos de Saúde e Educação, apresentou no início de fevereiro o projeto Sorria Feliz. Na ocasião, o prefeito Everton Sodario (PSL) inaugurou um consultório odontológico na EMEF Prof. Ebe Aurora Fernandes Marcos.

Criado com intuito de prevenir possíveis problemas odontológicos devido a um mau cuidado com a higiene bucal, o projeto tem como meta atender todas as crianças do ensino municipal incluindo as creches.

O primeiro passo depois da inauguração foi a entrega de autorizações aos alunos para que os pais ou responsáveis permitam o acompanhamento, em seguida começaram a passar por uma consulta de mapeamento e na sequência serão tratados conforme as suas necessidades, caso a caso.

Segundo Iria da Silva, diretora do departamento de Educação, os atendimentos na escola Ebe Aurora já iniciaram e estão sendo realizados duas vezes por semana.

“Sei da grande demanda existente de alunos com problemas bucais. Os atendimentos acontecem toda quarta e sexta- -feira, no período da manhã, e está sendo muito bom para todos”, explica Iria.

Primeiro consultório odontológico do projeto foi inaugurado na escola Ebe Aurora. Foto: Divulgação

Atualmente, a escola está com 523 alunos. A diretora ressalta que os procedimentos são preventivos, passando por orientações sobre a escovação, assim como restaurações e extrações quando necessárias e sempre acompanhadas pelo responsável.

“Essas crianças precisam de orientação e manutenção periódica no que diz respeito a saúde bucal. Além desse tratamento básico, o dentista realiza avaliações para descobrir se a criança tem má oclusão, dependendo do caso os pais são orientados a procurar uma ortopedia funcional”, comenta Iria.

Ela completa que o projeto tem como meta chegar nas creches para realizar ações educativas com as crianças.

“Elas devem desde cedo compreender a importância de seguir os cuidados com os dentes. Distribuiremos kits de escovação às crianças para incentivar e proporcionar uma melhoria de vida”, reforça a diretora da Educação.

Segundo Iria, o próximo consultório a ser liberado será na EMEF. Prof. Hélio Faria. A diretora ressalta que o atendimento na escola ainda não iniciou devido à falta do compressor. “No Hélio Faria vamos seguir a mesma linha com atendimento dois dias na semana. Já solicitamos os materiais que estão faltando e ressaltamos a importância levando em conta que a escola tem 560 alunos”, completa.

DESLOCAMENTO DO DENTISTA

A diretora de Saúde, Kathia Zogbi, foi questionada pela reportagem sobre o deslocamento do profissional da Unidade Básica de Saúde (UBS) para o atendimento na escola. Ela ressalta que não vai tirar nenhum agendamento da UBS para o atendimento na escola.

“Vamos trabalhar com dentistas que tem experiência no atendimento infantil em formato de escala para não prejudicar a população. Os horários da Atenção Básica serão os mesmos, nada será alterado”.

Kathia reforça que terá tudo concluído no projeto até final de março e os consultórios terão responsável técnico para melhorar ainda mais o atendimento.