Mesmo sem caso positivo de coronavírus, Sodario decreta estado de emergência em Mirandópolis

Mesmo sem caso positivo de coronavírus, Sodario decreta estado de emergência em Mirandópolis

Em tom eufórico em vídeo gravado nas redes sociais, o prefeito Everton Sodario (PSL) decretou estado de emergência em Mirandópolis por conta do Covid-19, mesmo sem nenhum caso positivo registrado na cidade. O prefeito disse que tomou essa medida como forma de prevenção e de resguardar a população. Ele ainda disse que segue orientações dos governos estadual e federal. “São medidas preventivas para evitar a proliferação do vírus”, disse à reportagem. O prefeito finaliza o vídeo com uma oração.  

O decreto que passa a ter efeito nesta quarta-feira (18) estabelece:

– suspensão de todas as aulas da rede municipal de ensino;

– sistema municipal de saúde funcionará em regime especial;

– suspensa a divisão de agentes comunitários por zona e passam a atuar de forma especial;

– suspensas viagens ambulatoriais, salvo em casos de emergência a ser definido pelo departamento de saúde;

– responsáveis pelas unidades de saúde passam a ter autonomia para aplicar as medidas e intervenções sanitárias necessárias;

– suspensos fornecimento de transporte ou concessão de ônibus para qualquer atividade;

– suspensos eventos que envolvam mais de 100 pessoas, inclusive as feiras livres;

– servidores municipais com mais de 60 anos trabalharão de casa;

– servidores com mais de 55 anos de idade estão proibidos de atender público de forma geral;

– suspensa realizações de licitações;

– funcionamento da prefeitura ao público será reduzido entre 8h às 11h.

Sodario já tinha assinado na segunda-feira (16) um decreto com algumas medidas para tentar conter a transmissão da doença no município. Entre elas, a suspensão de todas as atividades que envolvem os idosos, ações dos departamentos de Esporte e Cultura, ensaios da banda marcial e projeto batucando, entre outras. O novo decreto não substitui o anterior, ou seja, os dois têm o mesmo efeito.