Quarentena: o que fazer com as crianças e quais cuidados com o corpo precisamos ter?

Quarentena: o que fazer com as crianças e quais cuidados com o corpo precisamos ter?

Enquanto a pandemia do coronavírus provoca a suspensão de aulas em escolas, uma dúvida fica no ar: como lidar com as crianças que agora passam os dias em casa? É preciso muita criatividade para entretê-las e, ao mesmo tempo, esclarecer que, apesar do tempo livre, esse não é um período comum de férias.

Na casa da Jô Oliva suas filhas, de 10 e 12 anos, estão em isolamento sem sair da residência por conta da epidemia. “Elas entenderam completamente a situação de ficar em casa, mas confesso que não está sendo fácil, pois elas sentem falta da escola, dos amigos e das aulas complementares de inglês e jiu jitsu”, explica Jô.

Para passar o tempo e gastar energia, Jô concilia brincadeiras ao ar livre (no fundo de casa) com tempo no celular, leituras, estudos e até organização do quarto. “Não é só mil maravilha, as brigas são inevitáveis, mas o tempo em harmonia é maior e elas conseguem se organizar para brincar e estudar, sem contar com os afazeres domésticos que coloquei como regra uma função a cada dia, assim a casa fica em ordem para curtimos esse momento, embora seja delicado”, completa.

Já na residência da Thais Ferreira Kobayashi o isolamento está sendo com as três filhas (Gabriela, de 12 anos; Giovana, de 7 anos; e Giulia, de oito meses) e o marido Jonas Kobayashi, que precisa sair para trabalhar na farmácia. “Só o Jonas que precisa sair, mas estamos tomando todo o cuidado, assim que ele chega já vai direto tomar banho para prevenção de todos”, explica Thais.

A empresária revela que para passar o tempo com as crianças são realizadas brincadeiras, atividades escolares e até ligação por vídeo para avós e tias que não podem ter contato nesse momento. “Como eu trabalho em casa estou levando tranquilamente, mas sinto que as meninas estão inquietas o tempo todo”, reforça Thais.

Para a educadora Rosana Toledo Pedrozo no momento de quarentena é importante gastar energia das crianças brincando e principalmente com atividades manuais, como produzindo brinquedos de sucatas e desenhando. “Hoje encontramos diversas dinâmicas no YouTube. Recomendo fazer teatro com as crianças a partir dos livros, assim como colocar a criança para desenhar, pintar e criar, para que enfim, tudo que foi conquistado com relação a coordenação e aprendizado não fiquem esquecidos”, alerta Rosana.

ACADEMIAS

Nesse momento de quarentena não podemos esquecer das atividades físicas. Segundo Ana Paula Rodrigues Sabino, da academia Energy Fit, o exercício físico é uma excelente maneira de minimizar o estresse e a monotonia causada pela pandemia do coronavírus.

“Como a recomendação é não sair de casa, para quem não tem nenhum equipamento para exercitar-se como halteres e barras, uma boa opção são os exercícios que usam o peso corporal como forma de resistência. Assim trabalham o corpo todo tendo então grande gasto calórico. No entanto ressaltamos que os exercícios devem ser realizados com orientação profissional ou por pessoas que já se exercitavam, pois exercícios físicos podem causar diferentes tipos de lesões quando feitos de forma errada”, comentou Ana Paula.

Para Néia Serhan, da academia Ativa de Mirandópolis, a recomendação nesse momento, em que todos estão fisicamente distantes um dos outros, é para que não esqueçam de cuidar da mente e do corpo. “Precisamos ser otimistas que isso vai passar rapidamente, mas não deixe de fazer o mínimo de exercício, de se alongar, dar voltas na casa, e principalmente se alimentar corretamente”, ressalta Néia.