Apae adota aulas e atendimento online durante pandemia

Apae adota aulas e atendimento online durante pandemia

Desde o início das restrições impostas para conter o avanço do novo coronavírus que se espalhou pelo mundo, o isolamento social tem sido a conduta de boa parte da população. Algumas entidades e instituições, também encontram-se em condição diferenciada, como é o caso da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais de Mirandópolis (APAE).

Para se adaptar a essa nova realidade, a instituição estabeleceu um plano de ação voltado às áreas de assistência social, educação especializada e saúde, para que as atividades sejam realizadas de forma online para que os assistidos e suas famílias não fiquem desamparados.

Segundo Renata Oliveira de Paula Araujo, diretora da APAE de Mirandópolis, na área da saúde os atendimentos com fisioterapeuta, psicólogo e fonoaudiólogo estão sendo realizados via internet. “Os funcionários combinaram com os responsáveis pelos alunos os melhores horários e com isso mantivemos os atendimentos. A parte pedagógica também continuamos com orientações online. Estamos fazendo por meio de aplicativos e o professor fica a disposição para tirar dúvidas de segunda a sexta. Daí a cada 15 dias os materiais físicos são entregues”, explica Renata.

A diretora reforça que, juntamente com a assistência social, os alunos ainda estão realizando as ações das oficinas de esporte, culinária e coral. “Uma coisa interessante é que na culinária a nossa nutricionista está trabalhando as questões de higienização de alimentos e compras, assim como faz desafios de comer uma fruta por dia”, explica a diretora.

Uma outra ação realizada pela Apae de Mirandópolis é a entrega de 56 refeições diárias, que tem produção do Sesi. “Também recebemos um recurso federal para compras de equipamentos na área social que foi importante. Assim como recebemos um recurso da assistência social para compras de alimentos, foram 30 cestas bem recheadas que ajudou muitas famílias”, conclui Renata.