Mirandópolis tem 257 positivos por Covid-19, e prefeitura atrasa em atualizar dados

Mirandópolis tem 257 positivos por Covid-19, e prefeitura atrasa em atualizar dados

Mirandópolis chegou nesta sexta-feira a 257 casos confirmados da Covid-19. Entre eles, 219 já estão curados. Sete pessoas morreram vítimas da doença. Os dados foram atualizados pela prefeitura no site oficial ontem à noite dois dias após o último balanço, feito na quarta-feira.

A reportagem questionou o departamento de Saúde e o Gabinete da prefeitura para saber se houve alguma mudança na divulgação diária dos boletins epidemiológicos, mas ninguém respondeu aos questionamentos. Até a noite de sexta, o site oficial registrava 241 positivos. Após questionamento do jornal, a prefeitura atualizou os números.

Nas redes sociais da prefeitura não ocorre mais a atualização de casos desde 31 de julho. O chefe de Gabinete da prefeitura, Celes Junior, responsável pelo setor de comunicação justificou dizendo que o responsável pela divulgação estaria de férias.

Embora ocorra atraso no repasse das informações sobre o novo coronavírus pela prefeitura, uma funcionária do departamento de saúde é quem compartilha em seu perfil pessoal no Facebook a situação de casos.

No último boletim divulgado pela prefeitura, na terça-feira, o município possuía 241 positivos. Na quarta – segundo o documento publicado por uma funcionária da prefeitura – subiu para 248 e na quinta-feira foi a 251 confirmados.

Até o momento, dois casos confirmados se encontram internados em leitos de UTI, outros três estão em leitos de enfermaria. Há também na enfermaria três pacientes suspeitos da doença.

Se encontram em isolamento 47 pessoas consideradas suspeitas e 26 que testaram positivo aguardam, em casa, o fim do período de isolamento e ausência total de sintomas.

LAVÍNIA

Em Lavínia, a prefeitura divulga todos os seus dados, diariamente, em sua página oficial em rede social e também no site oficial. Até esta sexta, 84 pessoas se contaminaram pela Covid-19 e 55 delas já estão curadas.

Entre os positivos, 37 são presos. Há ainda 47 pessoas suspeitas da doença, sendo cinco presos. Não há registro de mortos na cidade.