Tiago diz que prioridade em seu mandato foi fiscalizar a prefeitura e avalia seu trabalho como ‘bom’

Tiago diz que prioridade em seu mandato foi fiscalizar a prefeitura e avalia seu trabalho como ‘bom’

Iniciamos em julho uma série especial de entrevistas com os vereadores de Mirandópolis para fazer um balanço do trabalho realizado na câmara nesses quase quatro anos de mandato. O critério utilizado para escolha foi ordem alfabética, sendo assim o sétimo entrevistado foi Tiago Soares da Silva, que tem 35 anos e é filiado ao partido PSL.

Como avalia seu trabalho de vereança nesses quase quatro anos?
Após eleito sempre tive minha cabeça de priorizar e fiscalizar o município. Trabalhar em prol do executivo e da nossa cidade.

Mas como avalia. Bom, médio ou ruim?
Por ser um primeiro mandato acredito que bom. Estou no caminho trabalhando para fazer a diferença.

Quais emendas você trouxe para Mirandópolis?
Uma de R$ 300 mil da Carla Zambeli, outra de R$ 100 mil do Douglas Garcia e uma de R$ 50 mil do Ricardo Izar. Além disso, tem uma que está em obras com o poder executivo no valor de R$ 250 mil, veio do deputado Orlando Silva. Essa é uma reforma de UBS e não tem como fazer agora. Vamos torcer para tudo dar certo e essa emenda ser liberada.

Qual conquista acredita ter feito ao longo desses anos que contribuiu para o desenvolvimento da cidade?
Trabalhar em prol da população.

Mas não teve nenhuma conquista específica?
Essa de R$ 250 mil quando for liberada será uma grande conquista.

Destaca algum projeto?
Tem vários projetos, indicações, requerimentos e ofícios. Nós indicamos no legislativo e daí vai para o poder executivo. Detecto o problema e vou protocolar na prefeitura.

O que ficou faltando fazer nesse período como vereador?
Da minha parte segui trabalhando.

Não ficou faltando nada?
Trabalhei em prol dos 30 mil habitantes na zona urbana e rural. Acredito que não está faltando nada.

Você foi contra o parecer da comissão que pediu arquivamento da infração da ex-prefeita Regina Mustafa. Você continua acreditando que Regina cometeu alguma ilegalidade? 
Os laudos afirmam que sim, fiz o que o momento e a minha consciência falavam, e a população me cobrava.

Então você acredita que ela cometeu uma ilegalidade?
Não sei quem cometeu, acredito que houve o erro e o laudo constatou, e como vereador fiz minha parte.

Você foi chamado recentemente de oportunista na câmara…. (o vereador não deixou terminar a pergunta).
Não ligo para críticas, meu objetivo é trabalhar. Tiveram três prefeitos, dia a dia estava no gabinete do prefeito ou do diretor cobrando o que via de problema na cidade ou município.

Isso que te acusa não é verdade?
Não tenho nada a falar sobre isso, meu objetivo é trabalhar.

Estou acompanhando há mais de um ano todas sessões da câmara e uma coisa que percebo é que sua postura mudou….(o vereador não deixou terminar a pergunta).
Minha postura sempre foi a mesma, sigo trabalhando. A questão é que estou sempre no poder executivo cobrando algo que vejo de errado no dia a dia.

Mas a cobrança no Sodario é a mesma das gestões anteriores?
Se você fizer uma entrevista com ele (Sodario) vai constatar que estou cobrando todos os dias.

Estou falando da sua postura na câmara?
Sigo trabalhando, minha postura é a mesma.

Como avalia o trabalho do prefeito Everton Sodario?
Está no caminho certo, está sendo bem transparente e mostrando o que dá para ser feito na medida do possível e da legalidade. Tem tudo para ser o melhor prefeito.

Pensa em reeleição?
Estou trabalhando e orando a Deus, pedindo o livramento. Se Deus me permitir serei um pré-candidato a vereador.

ESPECIAL VEREADORES
– Confira aqui a entrevista do Afonso Carlos Zuin
– Confira aqui a entrevista do Almir Marini
– Confira aqui a entrevista do Carlos Weverton
– Confira aqui a entrevista do Matias Evarde
Confira aqui a entrevista do Nivaldo Ribeiro
– OBS: Luciano Bersani não concedeu entrevista (entenda a recusa)