Estelionatários realizam golpes usando cartões das vítimas em Mirandópolis

Estelionatários realizam golpes usando cartões das vítimas em Mirandópolis

Um funcionário público de 65 anos compareceu no plantão policial para informar que no dia 12 de setembro, no período da tarde, recebeu um contato via telefone perguntando se teria efetuado naquela data, compras com seu cartão de crédito. A vítima disse que não, neste momento o atendente disse que bloquearia o cartão de crédito e pediu para ele cortar o cartão.

A pessoa ainda orientou que a vítima mandasse metade do cartão, já que um motoboy iria até a sua casa pegar, devido o Correios estar em greve. Segundo o atendente, este procedimento seria para que o banco analisasse o fato, para futuro ressarcimento. Passado um certo tempo, um motoboy compareceu em sua residência e solicitou que a vítima colocasse a metade do cartão em um envelope e lacrasse, pois o mesmo iria para a central do banco em Araçatuba.

No dia 14 de setembro, a vítima foi até o banco, onde tem a conta e, ao retirar um extrato, constatou que além de duas compras no cartão de crédito, haviam mais duas no cartão de débito. Os valores da compra no crédito foram no valor de R$ 900 e R$ 1.975,80. No cartão de débito foram feitas compras no valor de R$ 1.999 e R$ 750,00.

OUTRO ESTELIONATO

Uma mulher de 50 anos fez um boletim de ocorrência no dia 20 de outubro alegando que nos últimos dias, ao checar seu aplicativo do banco no celular, notou que haviam realizado compras em seu nome, com uso do seu cartão de crédito e senha, sendo que que se quer faz uso do mesmo.

A vítima se dirigiu até a agência local para buscar informações, onde recebeu um extrato, o qual continham as últimas movimentações realizadas em seu nome, sendo que nenhuma foi concretizada por ela.

Os valores das compras variam entre R$ 70,14 à R$ 980, sendo que o gasto total das foi de R$ 4.754,29. A vítima alega também que a partir do fato não teve mais acesso ao seu número de telefone, não conseguindo realizar ligações ou recebe-las.