Atividade Delegada começa a funcionar em Mirandópolis

Atividade Delegada começa a funcionar em Mirandópolis

O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria da Segurança Pública, assinou um convênio com a Prefeitura de Mirandópolis para implantação da Atividade Delegada na cidade. Com a parceria, quatro policiais militares prestarão serviços todos os dias para a prefeitura atuando na segurança do patrimônio público, nas escolas, na fiscalização municipal, dentre outras ações preventivas.

Implantada pioneiramente na cidade de São Paulo, em 2009, a Atividade Delegada já é desenvolvida em pelo menos outras 60 cidades. Por meio de um convênio firmado, a atividade permite aos policiais militares desempenharem suas funções nos dias de folgas. Antes realizada para combater o comércio ambulante ilegal, atualmente funciona também no auxílio ao combate à pichação, depredação e descarte irregular de lixo.

Segundo Andre Luiz Caldeira, comandante interino da companhia da Polícia Militar em Mirandópolis, apesar de ser um convenio de fiscalização de postura, eles atuam ainda com patrulhamento ofensivo, gerando ainda mais sensação de segurança.

“A demanda em Mirandópolis é pequena para algumas ações específicas, como controle de ambulantes, por exemplo. Então com isso fortalecemos o aprimoramento do patrulhamento preventivo”, explica Caldeira.

O Tenente ressalta que pelo fato de termos grandes quantidades de presídios em Mirandópolis e Lavínia, é realizado normalmente um acompanhamento por conta de escoltas de presos para o hospital, por exemplo, causando uma diminuição natural do patrulhamento nas ruas.

“Com a atividade delegada vamos intensificar o patrulhamento em horário comercial, por exemplo, porque teremos mais duas viaturas que ficarão à disposição total da população e não podem ser deslocadas”, lembra Caldeira, que destaca o empenho dos trabalhos realizados anteriormente pelo Capitão Sekime e Capitão Hilton, já que eles iniciaram as tratativas para assinatura do convênio.

COMO FUNCIONA

Convênio firmado entre a Prefeitura de Mirandópolis e a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, atribui os policiais militares delegados pelo município de fiscalização no comércio irregular e age contra uma perturbação do patrimônio, dentre outras ações reformadas, sensação de segurança.

Os policiais militares irão trabalhar no horário de folga, fardados e equipados, em operações programadas para áreas com histórico de planejamentos de trabalho elaborados pela Polícia Militar em conjunto com a Prefeitura.

Entre os recursos destinados para a Atividade Delegada estão a manutenção de viaturas policiais militares pela Prefeitura. A jornada de cada policial empregado na Atividade Delegada é limitada em até oito horas diárias, não podendo ultrapassar o teto de 80 horas mensais individuais.