Mulheres que inspiram: Silvani Santana e Nice Rosa contam trajetória de vida na ‘Semana Mundial do Rotaract’

Mulheres que inspiram: Silvani Santana e Nice Rosa contam trajetória de vida na ‘Semana Mundial do Rotaract’

*Por Bruna Tinti Moreira e Guilherme Astolphi

Dia 13 de março é considerado o Dia Mundial do Rotaract, movimento de jovens acima de 18 anos, que visa o desenvolvimento da liderança pela realização de projetos humanitários. Em comemoração à SMR (Semana Mundial do Rotaract), o clube de Mirandópolis realiza o projeto ‘Mulheres que inspiram’, onde várias mulheres da comunidade serão entrevistadas, a fim de conhecermos essas pessoas que influenciam o município, colhendo histórias transformadoras e, verdadeiramente, emocionantes.

No Dia Internacional da Mulher, que foi comemorado em 8 de março, os associados ao Rotaract Club de Mirandópolis, Bruna Tinti Moreira e Guilherme Astolphi, entrevistaram duas mulheres que inspiram este projeto: Silvani de Santana Santos, conhecida popularmente como Pastora Silvani ou Silvani do Assentamento, e Eunice Aparecida Rosa, a Nice. Confira abaixo as histórias.

Silvani Santana

QUEM É SILVANI?

Nascida em Paratinga, na Bahia, passou por algumas dificuldades que a marcaram enquanto criança. Uma de suas memórias, que envolve sua mãe, é dela colocando seus materiais escolares, caderno e lápis, em sacos vazios de arroz, utilizando-os como mochilas para ela e para os seus nove irmãos. Ela também se recorda que não havia merenda escolar, então permaneciam com fome durante a aula.

Silvani veio para o interior paulista por conta de seu marido, Raimundo, residente à época em Guaraçaí. Conheceram-se graças à uma viagem da família de seu esposo e, desde então decidiu acompanhá-lo em seu regresso, unindo-se a ele. Por cinco anos, residiram em Guaraçaí e, por conta de um câncer de boca – que hoje está curado –, o seu Raimundo ficou desempregado, então, decidiram vir até Mirandópolis a fim de se juntarem ao assentamento do município.

Produtora rural, hoje em dia sua família mexe apenas com gado e leite de vaca, mas já plantaram pimenta e banana. Silvani conta que, no assentamento, o convívio é muito tranquilo, cada família possuindo um lote. Ela auxilia na coordenação do Assentamento desde 2006, sendo Presidente da Associação Oriente de Produtores Rurais do Assentamento Primavera desde 2012, ano de sua fundação (e constituição de personalidade jurídica).

Silvani realizou em conjunto com a diretoria e todos os produtores, diversos feitos, buscando ferozmente por recursos e pela visibilidade da Associação. Inclusive, em 2014, conseguiram a quantia de R$ 1,2 milhão, que foi destinada à produção rural e às instituições mirandopolenses.

Quando perguntamos a ela qual a lição que a vida lhe ensinou, disse que, sem a luta, não conseguimos nada. E, sendo Pastora da Igreja Pentecostal Jesus Cristo é Rei – cuja sede aqui em Mirandópolis e havendo, respectivamente, em Guzolândia e no Assentamento “oba”, entre a primeira e a terceira aliança, uma igreja filial e um ponto de pregação – lembrou-se do Salmo 37:5, “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará”. 

Nice Rosa

QUEM É NICE?

Em maio de 1994, Eunice Aparecida Rosa, conhecida como Nice, de 54 anos, natural de Mirandópolis, começou a trilhar sua trajetória de empreendedora alugando um pequeno imóvel no centro deste município, onde realizava serviços de costura em geral. Nice iniciou seus trabalhos como costureira tendo pouca matéria-prima (tecidos), e somente uma máquina de costura, que guarda até hoje, como lembrança de um momento de quando sua vida profissional e comercial se iniciou. Apesar das condições e dificuldades que enfrentou em seus primeiros passos como costureira, ela tinha certeza de que com muito trabalho e perseverança iria melhorar suas condições de vida.

Depois de mais de dez anos trabalhando nesse imóvel pequeno, Nice sentiu a necessidade de expandir seu negócio, e investiu suas economias se mudando para um imóvel maior, onde inaugurou a loja Nice Confecções. A empresária sempre procurou por desafios maiores, com o objetivo de ampliar seu comércio.

O sucesso desse empreendimento foi tamanho, que em 2020, estabeleceu seu comércio para ‘Nice Calçados e Confecções’, em um prédio comercial – que ela mesma empregou seus investimentos para construí-lo – considerado um dos maiores da cidade.  Além de uma trajetória de sucesso como empresária, Nice teve uma infância muito complicada. Quando criança, ela não teve a oportunidade de se dedicar aos seus estudos, e cursou até a sétima série do ensino fundamental. Seu pai, à época entendia que pelo fato dela ser mulher, deveria se dedicar aos serviços domésticos. Contudo, ele a matriculou em um curso de corte e costura quando tinha nove anos. Assim, embora não tenha investido em seus estudos, Nice aprendeu desde criança o que mais tarde a tornaria uma empreendedora de Sucesso. 

A motivação da empresária para seguir em frente e nunca limitar seus sonhos, é a sua família. Nice tem dois filhos, que trabalham com ela no comércio, e cinco netos, que são sua inspiração para continuar a trilhar uma trajetória empresarial. Atualmente, ela não limita seus sonhos, mas se sente realizada com o patrimônio familiar e material que construiu ao longo de sua vida.