Presídios da região doam cerca de 4,5 toneladas de alimentos; Galpão do Bem é beneficiado em Mirandópolis

Presídios da região doam cerca de 4,5 toneladas de alimentos; Galpão do Bem é beneficiado em Mirandópolis

A campanha de imunização contra a Covid além de salvar vidas, está ajudando a minimizar a fome de muitas pessoas no Estado de São Paulo, através da campanha ‘Vacina Contra a Fome’ do Governo do Estado de São Paulo. Nas unidades prisionais, ela foi implementada pelo Grupo de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (Gqvidass) da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).  

Já na 1ª dose da vacina, foram arrecadados aproximadamente 10 toneladas de alimentos não perecíveis em todo o Estado, que irá beneficiar diversas famílias e instituições que estão passando por momentos difíceis devido à pandemia.  Somente em 43 unidades prisionais da região Oeste, durante as duas fases da campanha de vacinação, em abril e maio, foram arrecadados cerca de 4,5 toneladas de alimentos.

Ao todo 134 unidades participaram do projeto. Cada um dos cinco Centros Regionais de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor ficou responsável em contabilizar e organizar as coletas através das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (Cipa) de cada presídio.  

O intuito em desenvolver a campanha foi aproveitar a comoção e participação em massa dos colaboradores da SAP em uma situação tão pontual como o da vacinação contra a Covid-19, para promover a ação solidária de doação, de empatia e apelo social.

Beneficiados

  • Lar dos idosos de Pacaembu;
  • Central de Recolhimento da Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto;
  • Lar Espírita Caminho de Nazaré, Lar da Velhice e Assistência Social e Instituto para Cegos Santa Luzia, todos em Araçatuba;
  • Santa Casa de Misericórdia de Birigui e de Flórida Paulista;
  • Asilo Lar São Rafael de Presidente Prudente;
  • Sociedade Bernardense de Apoio aos Portadores de Câncer de Presidente Bernardes; 
  • Instituição Galpão do Bem de Mirandópolis;
  • Associação Abrigo a Idosos “Reverendo Guilherme Rodrigues Pereira” de Assis;
  • Associação dos Vicentinos de Presidente Bernardes;
  • Dispensário da Paróquia Santa Bibiana e Vila Vicentina Frederico Ozanam, ambos de Martinópolis;
  • Assistência Social Mariana de Pacaembu;
  • Pastoral Social Nossa Senhora de Fátima de Presidente Venceslau;
  • Projeto Geladeira Solidária eAssociação Casa de Apoio Quem como Deus”, ambos em Paraguaçu Paulista;
  • Rede Feminina de Combate ao Câncer e Centro de Apoio Terapêutico (CATOC), ambos de Osvaldo Cruz;
  • Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Fundos Sociais de Solidariedade de Icém, Lavínia, Nova Independência, Pacaembu, Riolândia, Paulo de Faria, São José do Rio Preto, Marabá Paulista, Andradina, Caiuá, Junqueirópolis, Pracinha, Presidente Venceslau, Lavínia e Tupi Paulista; e
  • Famílias de Dracena, Mirandópolis, Presidente Prudente, Irapuru e Florínea.