‘Estou me preparando para ser deputado’, revela Everton Sodario, prefeito de Mirandópolis

‘Estou me preparando para ser deputado’, revela Everton Sodario, prefeito de Mirandópolis

O prefeito de Mirandópolis, Everton Sodario, recebeu a reportagem do jornal AGORA NA REGIÃO para um bate papo sobre: decisão da cobrança da multa, Saaem, aniversário da cidade, candidatura a deputado, mudança de partido e Casa Abrigo. Confira abaixo os detalhes da entrevista.

A MULTA

“A multa veio no cumprimento de sentença por eu supostamente ter descumprido, o que não é uma verdade, uma decisão judicial que determinava que cumprisse integramente o Plano São Paulo, sem qualquer discordância ou fazer um decreto que fosse contrário ao Plano São Paulo. Nós fizemos um decreto restritivo, mas tinha uma pequena divergência ao atendimento ao ‘Pegue Leve’ nos restaurantes, mas o Ministério Público, com toda sua vontade do mundo, fez a atuação. O promotor Willian Ortiz pediu para que a juíza pegasse o valor da ‘vaquinha online’ e ainda bloqueasse meu carro para pagar os R$ 40 mil, mas a juíza não deu, porém determinou o bloqueio de 10% do meu salário mensal até atingir os 40 mil do pagamento da multa.”

FORMA DE COBRAR

“A multa é injusta porque tentei garantir o direito das pessoas trabalharem e ao mesmo tempo tivessem a liberdade assegurada. Não nos omitimos em relação a pandemia, o gasto com a saúde é alto. Ampliamos atendimento na ala covid, contratamos mais médico e colocamos recurso na saúde. É uma mentira dizer que fomos omissos. Nos impressiona muito que a Justiça, o Ministério Público e o Judiciário estejam em concordância com o governador. Uma hora diz uma coisa (João Doria), outra hora diz outra coisa, uma hora é até as 20 horas, outra hora muda para 22 horas. Quando tentamos adequar o combate a pandemia é cerceado desse jeito com a multa. A juíza teve bom senso, o promotor está em uma luta pessoal para agradar o patrão dele que é o governador.”

CONTATO COM O PROMOTOR

“A única vez que sentei com esse cara foi quando assumi a prefeitura, os promotores assumiram na mesma época que eu cheguei. Depois tiveram reuniões com alguns diretores, mas comigo não. Eles não procuram o executivo, quando convidei para fazerem parte de um comitê eles não quiseram. A única coisa que eles fazem é “canetar” lá do home office que estão há mais de um ano.”

REINAUGURAÇÂO DO PAÇO

“Vamos fazer a reinauguração do paço, junto com a rodoviária, no dia primeiro de junho. Concluímos a obra, gastamos quase R$ 1,5 milhão. Uma cerimônia mais simples, mas vem como presente para a população já que será em junho, mês de aniversário da cidade. Definitivamente vamos reabrir a rodoviária e o paço ao público a partir do dia 2 de junho.”

FESTIVIDADES EM JUNHO

“Estamos fazendo um cronograma de ações de entrega de obras e comemorações de forma respeitosa às questões sanitárias para junho. Meu sonho sempre foi fazer aquele bolo gigante, mas não será dessa vez (risos). Mas posso adiantar que traremos um cinema, pretendemos melhorar a banda marcial ambulante pelos bairros, teremos algumas entregas de obras e vamos dar um presente para a população com a instalação de uma novidade na praça central. Não posso falar, mas toda população vai gostar bastante. Serão ações simples, porém vamos comemorar de alguma forma.”

REFIS NO SAAEM

“Fizemos o Refis com um prazo maior, dessa vez de quatro meses para o munícipe regularizar seus débitos. Uma notícia em primeira mão, já autorizei o departamento a autorizar o corte de água. Temos uma inadimplência que gira entre 40 a 60%, algo muito alto que faz com que serviços que poderiam ser prestados de uma melhor qualidade deixam de ser prestados. É um ato que não queríamos, que é cortar a água, mas o fato de não fazer gera problema para o município. Então o Refis é a última oportunidade de quitar os débitos, pois a partir do segundo semestre vamos iniciar o corte. A partir do corte e dos pagamentos vamos ter uma prestação de serviço adequada. O corte provavelmente será terceirizado, já está sendo analisado pelo diretor.”

Everton Sodario concedeu a entrevista em seu gabinete

CANDIDATURA A DEPUTADO

“Estou me preparando para ser deputado, será um grande passo para Mirandópolis e região. Nós temos um deputado estadual e nenhum federal, e infelizmente o estadual deixa muito a desejar. Não sei o que acontecerá em 2022, não posso falar que serei candidato, mas estou me preparando para ser deputado.”

PARTIDO PSL

“Meu sonho é ser expulso do PSL, seria uma honra ser expulso de um partido que traiu os princípios do presidente. O PSL é comandado por pessoas que não norteiam os meus valores. O presidente estadual do PSL veio na região e fez visitas aos prefeitos do partido no estado, o único que não recebeu ele foi eu, provavelmente pela minha proximidade com o Eduardo e o Jair Bolsonaro. Nesse momento prefiro ser expulso, mas senão sairei assim que o presidente confirmar seu partido. Eu vou com ele (Jair Bolsonaro), nunca fui PSL, sempre fui “Bolsonarista”. O PSL se tornou uma grande decepção.”

SITUAÇÃO DA CASA ABRIGO

“Não tenho nada para falar da Natalia Rodrigues, ex-diretora do departamento Social, pelo contrário, sempre foi muito fiel a nossa administração. Porém, houve problema na Casa Abrigo, problema que inclusive está sendo alvo de investigação judicial, que não envolve o prefeito, mas sim a então gestão. Inclusive várias denuncias foram recebidas pelo Ministério Público e Judiciário. Quando soubemos fizemos a troca da coordenadora da Casa Abrigo e também da diretora do departamento. Elas já buscaram resolver esses problemas, hoje não tem nenhuma criança porque estamos reformando e adequando a casa”.