Após quase dois anos sem uso, paço municipal é reinaugurado

Após quase dois anos sem uso, paço municipal é reinaugurado

Foi realizado no dia primeiro de junho o evento comemorativo para reinauguração do Paço Municipal. Com a presença do prefeito Everton Sodario e do vice Mirão, assim como dos nove vereadores, autoridades e ex-prefeitos do município, o evento marcou o retorno das atividades no prédio que estava sem uso desde julho de 2019. Na época, o prefeito interino Carlos Weverton Ortega Sanches, apresentou um laudo solicitando a interdição do local já que o documento confirmava risco de desabamento da estrutura metálica que cobre os órgãos municipais.

Para Lucas Gonzalez, diretor de Obras, Viação e Serviços Urbanos de Mirandópolis, ver essa obra sendo entregue é um sentimento muito grande de gratidão. “Não tínhamos o projeto estrutural do prédio, praticamente começamos do zero. O legal foi que todos os departamentos ajudaram. Vale ressaltar o trabalho dos diretores Marcelo e Jessica, que tiveram aprovação da obra sem ressalvas”.

O diretor ainda ressalta que quando foi iniciar os planos para a construção de um novo espaço falaram que já existia um projeto para reformar o telhado, mas o problema é que o projeto estava inicialmente orçado em R$ 750 mil somente para reforma da parte que apresentava o problema. “Fizemos toda uma adequação do projeto para a nossa realidade, chegando próximo dos R$ 310 mil para reforma do local que inicialmente tinha problema. Ali (telhado da rodoviária) fizemos uma viga nova de sustentação e quatro novos pilares. A obra como um todo custou R$ 1,5 milhão, e como foi interditada tivemos a obrigatoriedade de fazer a parte de regularização dos Bombeiros e também de criar acessibilidade substituindo várias portas”, explica Lucas.

O prefeito Everton Sodario agradeceu a equipe de diretores e também da população de Mirandópolis pela confiança depositada. “Espero muito que essa obra seja um marco na história dessa cidade. Espero que a população se agrade da nova prefeitura e nova rodoviária. Espero que o tempo de caos de se pegar ônibus dentro de uma sorveteria e de funcionário trabalhando no ginásio de esporte nunca mais se repita. Acabou o tempo de decisões autoritárias, de decisões impensadas que levaram o município a ficar sem prefeitura e ficar sem rodoviária”, discursou Sodario.

CLÁUDIO PASCOAL

O ex-diretor de Planejamento da Prefeitura, Cláudio Luiz Pascoal, que faleceu em outubro de 2020, foi homenageado com seu nome sendo denominado na sala de reunião do paço municipal. Além de gerente do Banco do Brasil, Claudinho foi auxiliar de engenheiro agrônomo da Secretaria da Agricultura, Chefe de Gabinete na prefeitura nos períodos de 2005/2008 e 2009/2012 e diretor de Planejamento entre 2013 a 2020.

Família do Claudio Pascoal na sala que leva seu nome