Em novo partido, Wellington Brito revela planos na política local

Em novo partido, Wellington Brito revela planos na política local

Entrevistamos Wellington Brito, que em 2016 participou da eleição para vereador e foi eleito com 490 votos (2017/2020), durante seu mandato esteve por um ano na presidência da câmara municipal. Na última eleição, em 2020, participou como candidato a prefeito pelo Partido Verde. Aos 34 anos, Brito anuncia mudança de partido e conta quais são suas pretensões na política, confira na sequência sua entrevista ao jornal.

VIDA FORA DA POLÍTICA

“Trabalho desde os meus 16 anos de idade, inclusive durante os três primeiros anos em que atuava como vereador trabalhei, apenas no último ano do meu mandato que decidi pedir as contas para me dedicar a presidência do legislativo. Atualmente trabalho como vendedor de uma grande empresa de bebidas e alimentos, a Poty. Sobre não participar ativamente da política local, no começo é um pouco ruim, porque já estava acostumado a participar das sessões e das decisões mais importantes do município, então no começo é um pouco difícil, mas tudo é adaptação e hoje já estou adaptado novamente e me preparando para novos desafios”.

ACOMPANHANDO AS SESSÕES

“Assisto as sessões toda semana, só não estou indo devido a pandemia, mas semanalmente assisto as sessões porque acredito que o cidadão deve saber o que está acontecendo na cidade. Sempre fui uma pessoa que procurei acompanhar o legislativo e a prefeitura, acredito que está no sangue. O que eu posso comentar é que atualmente os vereadores estão indo bem, tendo um bom relacionamento com o prefeito, o que é importante para o crescimento do município e acredito que a cidade é quem ganha com isso. É claro que tem algumas particularidades de cada vereador e acho que isso é normal, acredito também que vão existir momentos em que vereadores não concordarão com alguns assuntos do executivo, mas isso é absolutamente normal e algo para se discutir, dialogar e que haja respeito de ambas as partes. Com respeito tem tudo para dar certo para que o município continue adiante”.

PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

“Não tem dinheiro no mundo que pague o prazer de alguém estar à frente, seja qual for a instituição, e fazer o que é certo. Quanto a isso fui muito bem-educado pelo senhor Sebastião, meu pai que é pedreiro com muito orgulho. Ver as contas aprovadas da maneira que foi entrando para a história de Mirandópolis, sem apontamentos, sem ressalvas e sem falhas, tanto da parte administrativa, como contábil e finanças, foi maravilhoso. Foi um dever cumprido para com o povo mirandopolense e com aqueles que acreditaram em mim, tanto em 2016 como também nas eleições de 2020 para prefeito, isso representa muito na minha vida. A questão do elevador também foi uma decisão particular que tive que tomar, obvio que contei com apoio dos vereadores e dos colaboradores da câmara, mas foi uma decisão que como presidente tive que realmente decidir, já que tinha um apontamento do Tribunal de Contas. Por isso resolvi encarar esse desafio, sendo que hoje a câmara tem acessibilidade com uma obra muito transparente. É um orgulho para o povo mirandopolense e para nós, para minha família de ver que o dinheiro foi muito bem investido e que ainda pude devolver ao prefeito R$ 15 mil, além de tantas melhorias que ainda fizemos na câmara”.

MUDANÇA DE PARTIDO

“Procurei escolher um partido que tem mais a ver comigo, não que o PV não me desse total liberdade, o Partido Verde é um ótimo partido e sempre deu a total liberdade para qualquer filiado trabalhar e defender as suas ideias. O que me chamou atenção foi a questão da ideologia. O atual partido ao qual estou presidente, o Republicanos, tem uma ideologia bem mais parecida com o que eu acredito. Foi uma decisão bem difícil de tomar, mas tomei de coração limpo, tranquilo e em paz. É um partido de centro-direita e tem mais a ver comigo porque não gosto do extremo, nem para a esquerda e nem para a direita. Acredito que toda a pessoa deve ser equilibrada, pois com equilíbrio conseguiremos manter o nível de igualdade, paz, tranquilidade e sabedoria. Acredito que esse seja o ponto ideal para um político, ter o equilíbrio”.

PLANOS FUTUROS

“Nossos planos e expectativas no partido são muito grandes, inclusive já temos alguns objetivos que colocaremos em prática a partir de agosto. Isso inclui ações sociais e com certeza nós estamos aqui para somar em Mirandópolis. Em questão às filiações ainda não começamos, pois estamos aguardando uma liberação do TSE, mas a diretoria já está regularizada, o partido está em nossas mãos e já iniciamos os trabalhos na parte administrativa do partido em Mirandópolis. Já em questão dos trabalhos sociais iniciaremos em agosto, temos muitos planos para somar na cidade”.

CANDIDATURA NA ELEIÇÃO

“Um dos planos do partido é formar um grupo forte com candidaturas a vereadores, a prefeito e a vice. Não tenha dúvidas que o Republicanos, em 2024, vem com candidaturas, e claro, não tenham dúvidas que o meu nome estará pronto para ser uma opção para o povo mirandopolense mais uma vez. Estarei pronto”.