Confira as principais ocorrências policiais de Mirandópolis e região

Confira as principais ocorrências policiais de Mirandópolis e região

CORPO QUEIMADO

Uma enfermeira de 25 anos compareceu ao plantão policial na quinta-feira (14) informando que uma paciente deu entrada no pronto socorro do Hospital Estadual de Mirandópolis no dia 2 de outubro, no período da tarde, relatando que na madrugada do mesmo dia, por volta das duas horas da madrugada, uma vela que estava acessa ao lado da sua cama caiu em seu colchão devido a um vento forte. A mulher revelou que não percebeu, sendo que alguns minutos depois foi acordada pelo seu esposo dizendo que o colchão e a coberta estavam pegando fogo. A paciente relatou que seu marido tirou a coberta e a envolveu com uma toalha, porém ainda estava com o corpo queimando e foi para debaixo do chuveiro. Como não havia energia na casa e o carro do sogro estava sem combustível, demorou para ir para o hospital para passar por atendimento médico. Ela foi internada com queimaduras de primeiro e segundo grau, tendo um acometimento de 50% da superfície corporal, de acordo com o médico plantonista. A paciente foi transferida no dia 5 para um hospital em Catanduva, especializado em queimaduras.

CARTÃO LIBERADO

Um desembargador de 61 anos esteve na delegacia de Mirandópolis na sexta-feira (15) informando que tem um cartão de crédito de uma loja de departamentos e que todo dia 15 de cada mês ia até a loja efetuar o pagamento da fatura. Em razão da pandemia, um homem, que era funcionário da loja, passou a pegar seu cartão, prontificando-se a realizar o pagamento, contando com a sua confiança. Posteriormente, o homem orientou o desembargador a fazer um novo cartão, sendo que o cartão ficou pronto no mesmo dia, mas o homem reteve consigo por três dias, entregando depois com o campo que deveria constar o nome riscado. Foi então que a vítima descobriu que foram realizadas diversas compras com o cartão conforme o extrato, as quais a vítima desconhece. As transações totalizam cerca de R$ 600, a vítima se manifesta para que sejam apurados os fatos.

FUGIU DA POLÍCIA

Um homem, de 23 anos, conseguiu fugir da polícia, em Araçatuba, no início da noite segunda-feira (18), mas teve todo seu material apreendido. O fato aconteceu no bairro São José. Chegando ao local, os policias foram recebidos pelo investigado. Ao ser informado de que seria feita vistoria em sua casa, ele teria demonstrado nervosismo. Quando os policias começaram a realizar busca na sua residência, o acusado entrou em luta corporal e conseguiu fugir do local. Os policiais tentaram alcançá-lo, porém não foi possível. Durante a vistoria no quarto do investigado, foram encontradas, em cima de uma cômoda, 26 porções de crack, dois sacos plásticos contendo em seu interior substâncias aparentando ser cocaína com aproximadamente 400 gramas (somando os dois), R$ 2.809,00 em notas diversas, uma balança digital de precisão em funcionamento aparentemente com resquício de droga. Também foram apreendidos um caderno com anotações, duas fitas adesivas, bem como dois aparelhos celulares, sendo que um deles aparentava estar com resquício de droga.