Estelionato e furto de gás: confira as ocorrências de Mirandópolis e região

Estelionato e furto de gás: confira as ocorrências de Mirandópolis e região

ESTELIONATO

Um operador de 28 anos compareceu ao plantão policial de Mirandópolis na quinta-feira (11) alegando que teve prejuízos em sua conta bancária. O homem alega que não verificou o saldo nos últimos dias, sendo que no dia 11 ao entrar pelo aplicativo do banco viu que tinha disponível apenas R$ 0,39 em sua conta. O operador constatou diversas transações via PIX e transferência, as quais iniciaram no dia 1 de novembro e foram cessadas no dia 10 do mesmo mês. O homem que confirmou que não compartilha sua conta com ninguém confirmou um prejuízo de R$ 50.793.

LEVARAM O GÁS

Uma mulher de 41 anos esteve na delegacia de Mirandópolis na terça-feira (16) noticiando ser proprietária de um depósito de água e gás e que deu falta de dez botijão de gás, os quais foram subtraídos de seu estabelecimento. Pelo que tudo indica, as subtrações se deram todas as vezes por meio de escalada do muro de uma das laterais, pois há marcas de pés. Somente na última semana, a mulher percebeu que foram furtados três botijões. A vítima teve um prejuízo de R$ 4.000 e solicita providências no sentido de descobrir a autoria dos furtos.

CAIXA ELETRÔNICO

Um homem foi detido por policiais militares na tarde de segunda-feira (15), enquanto tentava violar caixas eletrônicos em Birigui. De acordo com a PM, o suspeito fazia uso de um aparelho que introduzido no caixa eletrônico retinha os cartões eletrônicos. O criminoso que confessou o crime disse ainda que estaria acompanhado de um comparsa. Mas ele não foi encontrado pelos policiais. Ele alegou ainda ser morador de São Paulo e que estaria na cidade porque pretendia se encontrar com uma mulher que teria conhecido. Contudo, ele não soube informar onde estaria hospedado.

MORTO A TIROS

Um servente de 37 anos, morador no residencial Águas Claras, em Araçatuba, foi morto a tiros na noite de terça-feira (16). O crime aconteceu na rua Padre Ângelo Rudelo, onde a vítima residia e foi encontrada caída na rua, com diversas perfurações de entrada e saída de projéteis. A área foi preservada pela Polícia Militar e equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) prestou atendimento, mas o óbito foi constatado no local. A perícia foi acompanhada por equipe da DH/Deic (Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada de Investigações Criminais) e foram recolhidos cartuchos e projéteis encontrados no asfalto. Não há informações sobre como ocorreu o crime e sobre possível motivação e autoria.