Ocorrências da Semana: omissão de socorro e apreensão de aves

Ocorrências da Semana: omissão de socorro e apreensão de aves

OMISSÃO DE SOCORRO

Uma mulher de 25 anos compareceu ao plantão policial de Mirandópolis na quarta-feira (24) informando que no dia 12 um senhora sofreu um acidente doméstico e foi encaminhada para o pronto socorro de Mirandópolis, sendo que o médico que atendeu e realizou sua internação relatou que o caso dela seria cirúrgico, uma vez que ela teria fraturado o cotovelo direito ocasionando uma grave fratura exposta. Ocorre que o médico relatou que o Hospital de Mirandópolis não teria condições técnicas para realizar tal cirurgia, e que iria solicitar a abertura de vaga no hospital de Andradina e Araçatuba. Em Araçatuba foi negada a vaga, alegando que o caso era de média complexidade e que o hospital de Andradina seria competente para realizar tal ação. Entretanto, Andradina também negou o atendimento por questão administrativa. Desde então a senhora segue internada em Mirandópolis, somente recebendo remédios para dor, contudo sem previsão para a cirurgia que necessita já que os hospitais negaram o tratamento adequado.

RODOVIA SEGURA

As Polícias Rodoviárias Federais de Araçatuba, Mato Grosso de Sul e Paraná prenderam em flagrante, na segunda-feira (22), um motorista que transportava 30 tijolos de pasta base de cocaína, além de um tijolo de cloridrato e cocaína. O homem foi detido na rodovia Marechal Rondon, em Araçatuba. O boletim de ocorrência confirma que o acusado dirigia um caminhão modelo trator Volvo FH 460, que transportava um semirreboque frigorífico carregado de carne bovina congelada, ambos com emplacamento de Itupeva. A droga foi encontrada na cabine do veículo, em um compartimento localizado sob a cama, dentro de uma bolsa. O suspeito confessou que pegou o entorpecente com um desconhecido em Campo Grande-MS e que entregaria em um trecho da Rodovia Anhanguera, próximo a São Paulo. Indiciado por tráfico de drogas, o condutor do caminhão recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Araçatuba. Ele deverá aguardar julgamento na cadeia de Penápolis. A droga foi apreendida enquanto o caminhão foi entregue à empresa proprietária.

AVES SILVESTRES

Quatro canários-da-terra e dois papagaios verdadeiros, esse foi o saldo da apreensão realizada na segunda-feira (22), pela Polícia Militar Ambiental de Araçatuba, durante patrulhamento na cidade de Penápolis. De acordo com declarações dos PMs, a guarnição fazia patrulhamento de rotina quando tomou conhecimento através de denúncia que um morador do município supostamente mantivesse em sua residência, aves silvestres sem as devidas licenças dos órgãos ambientais competentes. No endereço, com a devida autorização do morador, os policiais deram início à vistoria, quando foram encontradas no interior do imóvel as seis aves. Os pássaros estavam presos em gaiolas e viveiros. Diante da contravenção, os policiais elaboraram um auto de infração sob a acusação de “manutenção de aves silvestres em cativeiro”, sendo imputada ao transgressor uma multa de R$ 3 mil. As aves foram apreendidas, sendo os papagaios depositados ao infrator como fiel depositário, já que as aves agora são dependentes de domesticação humana, enquanto os quatro canários, após o laudo veterinário, foram reintroduzidos à natureza.