Mirandopolense é destaque nacional em competição de Fortnite

Mirandopolense é destaque nacional em competição de Fortnite

Se você convive com adolescentes, provavelmente já ouviu algum comentário sobre Fortnite. Isso porque o jogo vem atraindo cada vez mais jogadores e popularidade.  Desde o seu lançamento, há cerca de dez anos, o jogo já conquistou mais de 200 milhões de jogadores ativos, e continua em um ascendente processo de popularização. A mecânica consiste em um jogo cooperativo de sobrevivência.

Em Mirandópolis tem vários praticantes do esporte eletrônico, mas um que vem se destacando, inclusive ganhando importantes torneios, é o jovem Francisco Antonio Passarelli Momesso Junnior, o Frans, como é conhecido entre os jogadores de Fortnite.

Filho do ex-prefeito, Chicão Momesso, e da Alessandra, o jovem de 15 anos começou a se interessar por jogos eletrônicos aos seis anos de idade. “Comecei jogando Playstation 2, depois fui para o computador. Hoje estou focado no Fortnite, em média jogo seis horas por dia”, explica Frans.

Chicão comenta que sempre deixou seu filho bem orientado sobre a importância de conciliar os horários entre estudo, jogo e sono. “Ele sempre entendeu que precisa se dedicar 100% do seu tempo no período da manhã na escola. De tarde ele tem as obrigações de tarefa e também pode jogar. Claro que nas férias e no final de semana estendemos o horário, mas sempre com responsabilidade, já que ele tem 15 anos”, comenta o pai.

Já Alessandra lembra que no início teve uma certa preocupação por conta das horas que o filho ficava no computador, assim como com quem estava jogando, “Como mãe queremos cortar um pouco o jogo, mas ele foi se envolvendo e mostrando de certa forma uma responsabilidade. Sempre procurei administrar junto com ele quem estava jogando e conversando”, ressalta a mãe.

Frans já participou de diversos campeonatos, sendo que destaca como uma importante conquista o Cashcup Trio. “São campeonatos que premiam em dinheiro, no início investi no meu computador para melhorar os equipamentos, mas agora estou gastando no próprio jogo”, comenta.

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

A primeira temporada da Fortnite Champion Series (FNCS) em 2021 acontece entre os meses de fevereiro e março no modo trio (três pessoas) e conta com uma premiação total de R$ 16,4 milhões. Desses, R$ 1,6 milhão serão destinados ao Brasil, que terá uma forte disputa com vários pretendentes ao título. Segundo matéria publicada no portal Globo.com, entre os destaques da competição está o trio formado por Francisco “Frans”, Giovane “Bagu” e João “Jpsk1ng”.

“Estou ansioso para começar o campeonato, pois acho que posso ir muito bem na disputa”, finaliza Frans, que disse ainda que pensa em levar o esporte eletrônico como profissão

O que você precisa saber sobre Fortnite

1) Classificação etária de game existe?

Sim. Todos os games são submetidos a uma classificação de indicação de faixa etária mais apropriada. A ESRB (Comitê de Classificação de Softwares para Entretenimento) é o órgão que realiza a classificação etária dos jogos e aplicativos digitais. Vários fatores são levados em consideração na hora de classificar um game. A ideia não é censurar, mas garantir ao usuário de que ele esteja consumindo conteúdo apropriado para a suas capacidades cognitivas. Assim o entretenimento será seguro e divertido ao mesmo tempo.

2) Existe idade mínima para o Fortnite?

Sim. A Epic Games, que é o desenvolvedor do jogo, classificou esse jogo como apropriado para acima de 13 anos (Teen) já que o jogo oferece a interação entre usuários e compras dentro do game. E essa classificação é uma regra a ser seguida entre desenvolvedor e usuário do game sempre. Caso algo ocorra com uma criança com idade abaixo da indicada na classificação em função do uso do game, o desenvolvedor fica isento de qualquer responsabilidade.

3) Mas o que é o Fortnite?

Fortnite é um jogo multiplataforma, ou seja, ele pode ser jogado no smartphone, no computador ou nos consoles de games Xbox One e PlayStation4. Ele tem duas versões: a versão de jogador solo é a Save the World e a de solo, duplas ou times é a Battle Royale. A versão mais curtida pela garotada é a multiplayers, em que os jogadores competem entre si com até 100 jogadores online. Enquanto a versão Save the World é um pouco mais assustadora e violenta, o Battle Royale permite compras dentro do jogo para caracterização dos jogadores.

4) O Fortnite é violento então?

Apesar das versões apresentarem um nível de violência diferente dos outros games, a ideia é matar os opositores. Como os elementos gráficos são no estilo “cartoon”, o jogo não apresenta tanto realismo nas cenas.

5) Qual o ponto mais inseguro do jogo?

Com certeza o fato de os jogadores poderem conversar em chats torna a interação muito insegura. Microfones ficam abertos durante o jogo, o que faz com que todo o som ambiente onde o jogador esteja possa ser ouvido pelos outros jogadores. Além do que nunca se sabe quem realmente está do outro lado do game. É um ponto que os pais precisam ficar atentos.

6) O Fortnite vicia?

Este é um ponto muito positivo neste jogo. Ele deve ser jogado em sessões que duram 20 minutos. Dessa forma não vai haver a velha desculpa de “não posso sair no meio do jogo”. Esse é um bom ponto de diálogo para que você eduque a sua criança sobre a hora de parar baseada no número de sessões a serem jogadas. E pra finalizar ficam duas dicas que valem para a vida online sempre: não existe uma fórmula e sim formas que as famílias encontram de criar ambientes seguros e felizes no uso de aplicações digitais. E essas formas são construídas com muito diálogo, regras claras e que devem ser cumpridas pra que sua criança saiba a hora de “subir de nível” na autonomia online.


                       
1720909669