Dupla é presa após furtar objetos no Cempis; um dos suspeitos frequentava o local

Dupla é presa após furtar objetos no Cempis; um dos suspeitos frequentava o local

Um jovem de 26 anos e um homem de 39 anos foram presos pela polícia depois de cometerem furto no Cempis (Centro Educativo Municipal de Promoção e Interação Social) na tarde do dia 18, sábado.

Segundo a ocorrência, os suspeitos levaram eletrodomésticos. Um dos envolvidos era morador de rua e frequentava o local, que foi transformado pela prefeitura como abrigo por conta da pandemia do covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Conforme o boletim, um funcionário público municipal foi até a delegacia após receber mensagens de servidores municipais, em um grupo de conversa, de que a escola havia sido invadida. Ao chegar no local dos fatos, o funcionário notou que a porta de uma das salas, onde funcionava um salão de cabeleireiro, estava arrombada.

A sala estava toda revirada, segundo a polícia. O funcionário percebeu o desaparecimento de uma TV de 32 polegadas, um monitor de computador e um secador de cabelo.

CONFESSARAM

O funcionário suspeitou dos moradores de rua que estavam utilizando o local e foi até o prédio da antiga estação ferroviária, onde encontrou os objetos furtados junto com os suspeitos. Ainda de acordo com a polícia, a dupla não reagiu e nem resistiu à prisão. Eles confessaram o crime.

O funcionário reconheceu um dos suspeitos, de 39 anos, que frequentava o local. A polícia militar foi acionada e os dois foram levados para a delegacia. O delegado deu voz de prisão à dupla, que foi levada para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Lavínia. Conforme apurado pela reportagem, o juiz converteu o flagrante da dupla em prisão preventiva.