Ocorrências da Semana: batida de motos, tratorista é preso por agredir o pai e roubo de gado na Aliança

Ocorrências da Semana: batida de motos, tratorista é preso por agredir o pai e roubo de gado na Aliança

Policiais Militares compareceram ao plantão policial na quarta-feira (14) relatando terem sido acionados para atender uma ocorrência de acidente de trânsito envolvendo duas motos, no cruzamento da rua Rafael Pereira com a Yoshio Nakamura. Chegando no local, os PMs tomaram ciência que os dois motociclistas seguiam pela mesma via e sentido, ou seja, pela avenida Rafael Pereira.

Ao se aproximarem do cruzamento, um motociclista convergiu a esquerda, sentido linha férrea, e o outro tentou ultrapassar e acabou colidindo. Um foi levado de ambulância até o hospital estadual, enquanto o outro foi socorrido por um familiar.

ROUBO DE GADO

Policiais Militares foram acionados na quarta-feira (21) para comparecerem em uma propriedade rural na Terceira Aliança, vez que a vítima anunciou que no mesmo dia, por volta das 9h30, seu esposo foi alimentar uma pequena criação de gado e constatou que foram subtraídas.

Eles tinham 38 cabeças de gado, entre novilhas e bezerros, todas com o desenho de um boi e a marca AJ na traseira direita. Vale ressaltar que não houve rompimento de obstáculos, não há moradores na propriedade e nem vizinhos na proximidade. A fazenda é cercada por cana-de-açucar. O gado foi embarcado no curral da propriedade.

TRATORISTA PRESO

Um tratorista de 38 anos foi preso em flagrante, no final da manhã de segunda-feira (19), em Penápolis, acusado de agredir o pai, um agricultor, de 70 anos, com socos, após a vítima adverti-lo. Ele, que negou o crime aos policiais, não pagou fiança de R$ 1,5 mil para responder ao processo em liberdade. As informações são do jornal Folha da Região.

Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar patrulhava a cidade quando, pouco depois das 11h20, foi acionada a comparecer em uma residência onde ocorria um desentendimento familiar. Chegando ao local, os militares foram recebidos pelo agricultor.

Ele contou que foi chamar a atenção do filho que, aparentando estar sob efeito de bebidas alcoólicas ou entorpecentes, se alterou e partiu para cima da vítima, agredindo-a com socos e causando lesão no braço direito. O acusado foi contido por outros familiares até a chegada dos policiais no imóvel.

Ele negou que tenha batido no pai, no entanto, recebeu voz de prisão em flagrante e foi levado ao 1º Distrito Policial para prestar esclarecimentos. Na unidade, a vítima confirmou as agressões, relatando que elas ocorreram após adverti-lo sobre o uso de bebidas alcoólicas. O delegado arbitrou fiança para que o tratorista respondesse ao processo em liberdade.

Como a quantia não foi paga, ele foi encaminhado para a cadeia local, estando à disposição da Justiça. O agricultor solicitou medidas protetivas para que o investigado não se aproxime da residência.

CALOTE NO LEITE

Em uma outra ocorrência, uma quadrilha causou prejuízo de R$ 210 mil a uma associação de Araçatuba integrada por produtores rurais que atua com a produção de leite, e levaram um calote em 124 mil litros do produto entregues entre os dias 1 de junho a 12 de julho. As informações são do jornal Folha da Região.

Uma integrante da associação, uma mulher de 41 anos moradora no bairro Dona Amélia, esteve na delegacia para registrar o boletim de ocorrência e informou que a quadrilha adquiriu a produção da associação e pagou apenas uma parte. No boletim de ocorrência consta que os golpistas são dois homens de Jacarezinho-PR, um homem de Maringá-PR e uma mulher de Itaquaquecetuba-SP. A Polícia Civil vai investigar o caso.