Morre Mário Dias Varela, aos 91 anos

Morre Mário Dias Varela, aos 91 anos

O pecuarista Mário Dias Varela, de 91 anos, morreu nessa terça-feira, 17, após cair de um prédio onde morava, em Araçatuba. De acordo com informações do site SBT Interior, o idoso teria caído do terceiro andar. Ele foi encontrado caído na garagem do local ainda com sinais vitais. Varela foi socorrido e levado para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

O corpo será velado no Templo da ARLS Fraternidade & Labor, na Avenida Dr. Raul da Cunha Bueno, 1075, em Mirandópolis. O enterro está previsto para acontecer às 16 horas de quarta-feira (18).

Na história de Mirandópolis
Mario Varela fez parte da comitiva de mirandopolenses convidados pelo presidente da empresa Hokuriku Aluminium, Sr. Saburo Arai para visitar as instalações da indústria no Japão. Na ocasião, foram o então prefeito de Mirandópolis, Oswaldo Brandi Faria; o vice-prefeito Antonio Duenhas Monreal e sua esposa Terezinha Monreal; o empresário Ezio Macedo Veronese e sua mulher Wilma Veronese; os agricultores e pecuaristas Geraldo José Delai e sua mulher Aurora Brambila Delai e Mario Dias Varela e sua mulher Zilda Marques Varela e o presidente da colônia japonesa Tsutomu Nabeta. A parceria resultou na implantação da empresa Alumínios Nitinam que prestou serviços por longos anos no trevo de acesso à rodovia Marechal Rondon (SP-300) e mantém até hoje a Escola de Língua japonesa Takaoka oferecendo aprendizado às crianças, jovens e adultos.

Em recente entrevista para o jornal AGORA NA REGIÃO,
Kimie Oku lembrou que um dos incentivadores da formação da Ciranda em Mirandópolis, encontro criado para brincar e espantar a solidão, foi o Mario Varela (veja aqui a matéria completa sobre a Ciranda).

Além disso, Varela foi homenageado no ano passado pelo Lions Clube de Mirandópolis como o membro mais antigo do distrito e um dos mais antigos do País. Ele participava do Lions Clube desde 1957.


                       
1720912274