Ocorrências da Semana têm estelionato, gado na pista e soterramento

Ocorrências da Semana têm estelionato, gado na pista e soterramento

Um homem de 63 anos compareceu na delegacia de Mirandópolis alegando que na quarta-feira (8) recebeu uma ligação em seu telefone fixo. A pessoa que ligou se passou por um funcionário do Banco Santander, dizendo que o cartão da vítima havia sido utilizado em Campinas para compra de pneus. O autor que se passou pelo funcionário do banco pediu para o homem entrar em contato com o serviço de atendimento do cartão, sendo assim a vítima ligou para o telefone 0800 que estava escrito no próprio cartão. Ao ligar e ser atendido por uma suposta atendente do cartão, ela confirmou a compra em Campinas, sendo que a vítima teria que fazer um PIX no valor de R$ 1.557,83 para pagar a seguradora, e após a resolução do problema o valor seria devolvido. O homem fez o pagamento via PIX no valor pedido, mas ao ir na agência a vítima foi informada que caiu em um golpe.

GADO NA PISTA

Policiais Militares estiveram na delegacia na quinta-feira (2) para informar que por diversas vezes a Companhia da PM local recebeu ligações informando sobre a existência de animais (gados) na estrada que liga Mirandópolis com Lavínia, causando risco de acidente para todos que passam pelo local. Os policiais explicaram que estiveram no local no dia para atender mais um chamado por conta da presença de quatro cabeças de gados soltos na estrada. OS PMs relatam que o proprietário possui uma chácara naquele local e que o gado, após a chegada da polícia, correu para dentro dessa chácara. Nas outras ocasiões os animais também entraram pelo mesmo espaço, onde tem uma cerca quebrada. O local que os animais estão soltos fica em uma curva acentuada, o que dificulta a visibilidade de quem passa pela estrada. Os PMs entraram em contato com o proprietário, que se comprometeu a prender os animais e reparar a cerca da sua propriedade.

SOTERRADO

Um auxiliar de pedreiro, de 59 anos, morador de Castilho, morreu em um acidente de trabalho em uma usina de açúcar e álcool da cidade no início da tarde de quarta-feira (8). Um encanador de 33 anos, também morador no município, precisou de atendimento médico. O boletim e ocorrência comunicando o óbito foi registrado pelo gerente industrial da empresa. Ele informou que no dia anterior o Setor de Obras da usina iniciou a troca de tubos da rede de água fluvial que atravessa a rua de acesso ao local carregamento de etanol da indústria. De acordo com ele, a vítima tinha cerca de dez anos de experiência, atuando como ajudante de pedreiro, e estava acompanhado do encanador de 32 anos, que havia sido contratado este ano. Eles acompanhavam o trabalho de um operador de retroescavadeira, que tem 37 anos, que retirava os tubos de concreto do buraco. Durante o trabalho, a lateral do barranco teria desabado, vindo a soterrar o auxiliar de pedreiro e o encanador, que estavam dentro do buraco. Após o resgate ele foi levado para o hospital da cidade, onde teria chegado já debilitado e não resistiu aos ferimentos. O encanador também foi levado para o hospital com o veículo da empresa e não há informações sobre o estado de saúde dele.

*FOTO ILUSTRATIVA


                       
1701397343