Mirandópolis confirma 93 casos de dengue em 2022; centro da cidade concentra maior número de suspeitos

Mirandópolis confirma 93 casos de dengue em 2022; centro da cidade concentra maior número de suspeitos

O município de Mirandópolis registra 93 casos positivos de dengue do início do ano até o dia 19 de abril. Segundo o departamento de Saúde da prefeitura, 41 casos estão sendo investigados e outros 60 foram descartados para a doença. Não há registros de morte.

Ainda conforme o departamento, o centro da cidade é a região que maior concentra número de suspeitos do mosquito Aedes aegypti. São 13 pessoas que estão com suspeitas da doença e uma já foi confirmada.

Para combater o avanço do mosquito, a prefeitura está trabalhando com nove agentes de controle de vetores e oito agentes comunitários de saúde. No início do ano foi realizado um arrastão pela cidade.  Neste momento o departamento de Saúde realiza bloqueios e borrifação de veneno nos quarteirões em regiões que possuem casos suspeitos.  

O departamento alerta a população para os sintomas da dengue que são febre alta, dor no corpo e articulações, dor atrás dos olhos, mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo. Ao apresentar os sintomas, é fundamental procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.

ARAÇATUBA

Na região o avanço da dengue também segue em ritmo acelerado. Em Araçatuba, por exemplo, os primeiros quatro meses já ultrapassaram o total de casos registrados em todo o ano passado. Segundo a vigilância epidemiológica do município, do início do ano até o dia 20 de abril, a cidade contabiliza 1.303 casos de dengue. Em 2021, foram 1.258 ocorrências da doença. Um homem de 50 anos faleceu por conta da doença e outra morte, de um idoso de 77 anos, está sendo investigada.

DENGUE AVANÇA PELO PAÍS

Segundo epidemiologistas, a alta recente de temperaturas contribui no espalhamento do Aedes. Dados do Ministério da Saúde mostram que os registros de dengue aumentaram em 85% este ano no Brasil, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Os cinco primeiros estados com mais casos da doença são Goiás (71.562), São Paulo (70.722), Paraná (31.837), Minas Gerais (20.928) e Distrito Federal (19.284). Os dados são contabilizados até o dia 15 de abril. Já os cinco primeiros municípios que lideram com mais positivos de dengue são Goiânia (25.180), Brasília (19.284) Palmas (7.156), Votuporanga (4.778) e Aparecida de Goiânia (4.685).

CUIDADOS

Além do Aedes Aegypti transmitir a Dengue, o mosquito tornou-se um dos maiores inimigos da saúde pública por transmitir também o vírus Zika e a Febre do Chikungunya.

A principal medida de prevenção e combate a dengue é evitar acúmulo de água em pneus, tampas de garrafas e qualquer outro material que deixe água parada, assim como a limpeza de terrenos e quintais.