Piracema: pesca está fechada a partir desta terça-feira (1) em toda região

Piracema: pesca está fechada a partir desta terça-feira (1) em toda região

A partir desta terça-feira (1), inicia mais uma piracema e a pesca está fechada no rio Paraná. O período se estende até 28 de fevereiro de 2023. A piracema visa a garantir a reprodução das espécies de peixes nas águas continentais, por isso a pesca fica restrita.

PROIBIDO PESCAR

Nas lagoas marginais, a menos de 500 metros de confluências e desembocaduras de rios, lagoas, canais e tubulações de esgoto, até 1.500 metros a montante e a jusante das barragens de reservatórios e de mecanismos de transposição de peixes, também de cachoeiras e corredeiras.

Também é proibido a captura, transporte e armazenamento de espécies nativas, inclusive espécies usadas para fins ornamentais, bem como o uso de materiais perfurantes e a pesca subaquática.

A utilização de animais aquáticos como iscas, tais como camarão é proibido, com exceção de peixes vivos de ocorrência natural da bacia hidrográfica, oriundos de criações acompanhados de nota fiscal ou nota de produtor.

PERMITIDO PESCAR

É permitida a pesca em reservatórios na modalidade embarcada e desembarcada, com exceção dos locais proibidos, somente com uso de linha de mão ou vara, caniço simples, com molinete ou carretilha, com uso de iscas naturais e artificiais.

É permitido a captura e o transporte sem limite de cota para o pescador profissional e cota de 10 kg mais um exemplar para o pescador amador, de espécies não nativas e híbridos tais como: apaiari, bagre-africano, black-bass, carpa, corvina, tilápias, tucunaré, zoiudo (porquinho) e híbridos, excetua-se desta permissão o piavuçu.

Ainda, os comércios de pescados e pescadores profissionais devem declarar seus estoques de peixes nativos até o 2º dia útil após o inicio da Piracema, ou seja, até o dia 4 de novembro. 


                       
1716392894