Terapias alternativas: como elas ajudam no tratamento do corpo e da mente

Terapias alternativas: como elas ajudam no tratamento do corpo e da mente

Quem vive com dor crônica ou passou por um evento traumático pode se sentir frustrado quando os tratamentos convencionais não cumprem as expectativas. Com o crescimento da abordagem holística no Brasil, mais pacientes têm buscado métodos alternativos e que, muitas vezes, aproximam espiritualidade e estado de saúde.

Em Mirandópolis, Eduardo Pascoal, de 32 anos, realiza o atendimento usando o método de terapia holística e também da hipnose clínica. “Do ponto de vista holístico toda enfermidade tem sua origem nos sentimentos, pensamentos e emoções. A terapia holística olha o doente e não a doença em si”, explica Pascoal.

O termo “holístico” vem do grego holus, que significa todo, inteiro. Sendo assim, podemos entender que, dentro desse conceito, a pessoa é tratada de forma completa. Os especialistas em terapia holística costumam dizer que é uma forma de tratar uma pessoa globalmente, considerando seus aspectos físicos, mentais, emocionais, espirituais e energéticos.

Isso significa que corpo, mente e alma estariam interligados e, por isso, todos esses elementos são considerados durante a terapia. Tudo isso para determinar as causas de doenças e não apenas tratar seus sintomas. O objetivo principal da terapia holística é despertar no próprio indivíduo as ferramentas necessárias para conquistar realização, a partir de um despertar da consciência. E, uma vez que a pessoa entende esse contexto total de consciência, ela encontrará meios de enfrentar seus problemas de forma harmoniosa.

Consultório onde é realizado terapia holística e hipnose clínica.

HIPNOSE CLÍNICA

A hipnose por si só não combate o problema que o paciente está enfrentando. Ou seja, ela promove uma considerável melhora nos sintomas e é um tratamento alternativo. Os especialistas explicam que a hipnoterapia deixa o paciente em um estado de transe profundo e totalmente relaxado. Através das orientações do hipnólogo, o paciente fica muito mais receptivo para as sugestões dadas pelo profissional.

“É uma comunicação direta com o subconsciente da pessoa. Durante as sessões de hipnose, todas as crenças limitantes e antigos padrões de comportamento que antes eram prejudiciais, são definitivamente ressignificada na sua memória”, define Eduardo.

Formado em reike tradicional nível 1 e 2, assim como especializações em terapia quântica e também em hipnose, Eduardo Pascoal atende na rua Ana Luiza da Conceição, nº 1025 (esquina com a rua Japão), no consultório da Ana Ligia Mansan, que também é terapeuta holística.