15 de maio: dia do Assistente Social, profissional que luta por igualdade e cidadania

15 de maio: dia do Assistente Social, profissional que luta por igualdade e cidadania

O dia 15 de maio é o Dia do Assistente Social porque foi nessa data que foi regulamentado o Serviço Social. A profissão foca na coletividade e integração do indivíduo na sociedade. As atividades são variadas, por exemplo: planejamento, execução e coordenação de programas e projetos sociais; estudos e pesquisas sobre a realidade social; elaboração de pareceres sociais; análise, diagnóstico e proposição de políticas sociais; orientação de indivíduos e grupos quanto aos seus direitos sociais; avaliação socioeconômica de indivíduos para acesso a benefícios e serviços sociais; e ensino e pesquisa em Instituições de Ensino Superior.

Para homenagear os profissionais da área conversamos com Jucélia Avanço, diretora do departamento de Promoção Social de Mirandópolis, formada em Serviço Social pela Universidade de Lins. Confira abaixo alguns trechos da entrevista:

INFÂNCIA

‘Nasci em 1959, em Mirandópolis, meus pais vieram para o município quando se casaram com 18 anos. Eu estudei na escola Dr. Edgar e depois na Noêmia, sendo que na sequência fiz Técnico de Contabilidade na antiga 14 de Agosto. Me forme em Serviço Socail em Lins, em 1985, quando acabei voltando para Mirandópolis. Meus pais (Agenor Avanço e Adair Cabrini) sempre falaram que o estudo é a coisa mais importante, então foi algo que foquei’.

ASSISTENTE SOCIAL

‘Fui convidada para trabalhar na prefeitura como assistente social em abril de 1985, na gestão da Maria Helena. Era uma realidade totalmente diferente, para você ter ideia era a única assistente social do município. Percorria todos os bairros, sem esquecer das Alianças e do Amandaba, era um desafio muito grande’.

REEDUCANDOS

‘Trabalhei até 1992 na prefeitura, foi quando comecei a trabalhar como assistente social na Penitenciaria Nestor Canoa, aqui em Mirandópolis. Tinha uma boa estrutura de equipe, mas foi um desafio porque era uma realidade nova. Digo que foi muito gratificante porque conseguir ver um trabalho realizado é muito prazeroso’.

MUDANÇAS DE UNIDADE

‘Fiquei em Mirandópolis até 1998, foi quando me convidaram para assumir a Diretoria de Reintegração na penitenciária de Lucélia. Fiquei por 15 anos nessa função de diretora, sendo que em 2005 voltei para a unidade de Mirandópolis com esse cargo. Desenvolvemos muitos projetos de reabilitação, foram 23 anos de muitos aprendizados no sistema penitenciário. Me aposentei em 2016, foi quando decidi tirar um tempo para cuidar dos meus pais, que infelizmente faleceram nesse período, e de mim’.

CONVITE DO SODARIO

‘Conhecia o Everton Sodario da época que trabalhamos na penitenciária, ele tinha apenas 18 anos e atuou diretamente comigo no setor. O convite do prefeito para assumir a pasta de Promoção Social foi em seu gabinete em uma quinta-feira. Naquela noite não dormi, conversei com algumas amigas e me senti preparada para aceitar. Estava muito disposta, queria voltar a trabalhar, então decidi assumir esse desafio’.

60 DIAS DE TRABALHO

‘São apenas dois meses de trabalho à frente do departamento, mas de muita dedicação e trabalho. Para quem não conhece posso dizer resumidamente que o departamento de Promoção Social se divide em trabalhos como Cras (Centro de Referência de Assistência Social), o Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Casa Abrigo, que acolhe crianças de 0 a 21 anos, e o Centro de Convivência do Idoso. Vale explicar que o Cras é responsável pela prevenção de situações de vulnerabilidade social e risco. Já o Creas trata das consequências e acompanha famílias e indivíduos que já tiveram seus direitos violados. Assim como as campanhas, projetos e ações do nosso dia a dia’.

DESAFIO COM A PANDEMIA

‘Quero destacar a campanha ‘Vacina contra a fome’. Não é obrigatório, mas quem for tomar a vacina contra a Covid pode doar, de forma espontânea, um alimento. Conseguimos, em média, doar 30 cestas básicas somente com essa campanha. A triagem é feita pela equipe do Cras, daí fazemos essa análise para distribuir. Temos muitas outras ações e a pandemia reforça ainda mais a importância do departamento’.

TRABALHO EM EQUIPE

‘Sem a minha equipe de trabalho não daria conta, então quero aproveitar o espaço para agradecer a todos os funcionários que não estão medindo esforços para conseguir atender a população da melhor maneira. Para finalizar, parabenizo todas as Assistentes Sociais pelo seu dia (15 de maio), uma profissão da qual tenho muito orgulho’.


                       
1716794145