Servidores flagram visitas com objetos ilícitos na PI de Mirandópolis

Servidores flagram visitas com objetos ilícitos na PI de Mirandópolis

No sábado (26), durante a realização de revista corporal  através do aparelho body scanner, os servidores da Penitenciaria Nestor Canoa (PI de Mirandópolis) constataram, pelas imagens geradas pelo equipamento, que uma visitante trazia algo introduzido na genitália. Companheira de um sentenciado da unidade, a mulher negou que estivesse com qualquer objeto ilícito e concordou em se dirigir ao Hospital Estadual do município para se submeter a exames complementares.

Entretanto, antes mesmo que fosse removida ao hospital, ela assumiu que estava portando um invólucro. No interior do objeto haviam algumas anotações, extratos bancários e suposto entorpecente conhecido como maconha. Na sequência, a polícia militar foi acionada e conduziu a visitante, enquanto o sentenciado foi removido ao pavilhão disciplinar para apuração de sua participação nos fatos. 

COMPRIMIDOS NO DESODORANTE

Na quinta-feira anterior (24), a unidade já tinha registrado uma ocorrência durante revista nos pertences enviados via correspondência para um sentenciado da unidade. No interior de um desodorante gel antitranspirante, servidores  encontraram 100 comprimidos de estimulante sexual. A remetente seria a mãe do sentenciado que, ao ser questionado, manteve-se calado, sendo removido ao Pavillhão Disciplinar enquanto responde a procedimento disciplinar em seu desfavor. A mãe dele foi suspensa das visitas e a autoridade policial comunicada. 


                       
1716548544