Vereadores cobram explicações do prefeito sobre a qualidade da água oferecida a população de Mirandópolis

Vereadores cobram explicações do prefeito sobre a qualidade da água oferecida a população de Mirandópolis

Aconteceu na segunda-feira (4) a quinta sessão ordinária de 2022 na Câmara de Mirandópolis. Entraram em pauta 8 indicações, 2 projetos de lei e 1 moção de pesar. O requerimento que entrou em pauta foi de autoria dos vereadores Afonso Carlos Zuin, Grampola Pantaleão, José Benedito Brufatto, Mônica Machado e Roberto Gonçalves. Os edis pedem que o prefeito preste as necessárias informações sobre a qualidade da água oferecida a população pelo SAAEM (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Mirandópolis), que está sendo questionada pelos mirandopolenses.

“A água oferecida tem chego aos lares dos mirandopolenses com cor e odor, o que coloca a sua qualidade em dúvida para a segurança de seu uso nas necessidades básicas como beber, cozinhar e principalmente além de outras como banho e dificultando até a lavagem das roupas. Como medida de esclarecer e acalmar a população esse requerimento se faz necessário não só pelas suas informações Sr. Prefeito como também pelas do diretor do SAAEM”, diz um trecho da justificativa do requerimento.

INDICAÇÕES

Afonso indicou que priorize asfaltamento na rua Cassimiro Antonio Bonadio, uma quadra apenas, situada entre as ruas Antonio Rodrigues de Carvalho e Nove de Julho. Os vereadores Magali Mazieiro e Emerson Carvalho indicaram a instalação de um portal (mural) na entrada da cidade com os dizeres “Bem-Vindos a Mirandópolis”.

A edil Mônica indicou a instalação de um redutor de velocidade (lombada) na altura do número 156 da Rua Búfalo, no Jardim Aeroporto. Ela ressalta que a referida solicitação foi feita através da indicação nº 169/2021, no entanto, até o presente momento não foi atendida. A vereadora ainda indicou uma outra instalação de redutor de velocidade na altura do número 312 da rua Búfalo, sendo que essa solicitação também já foi realizada em outro momento e ainda não foi atendida.

O vereador Roberto indicou a instalação de um redutor de velocidade na rua José Alves de Lima, na altura dos números 558 e 675.

Tiago Soares fez três indicações, sendo uma de recapeamento ou reperfilamento asfáltico no trecho da rua André Morales, entre as ruas 23 de maio e Oswaldo Ramires. Uma segunda indicação no sentido de providenciar a construção de um poço semi artesiano de água potável no bairro Morada do Sol ou Colina Verde para suprir a crise hídrica de nosso município. E finalizou com outra indicação de construção de um poço no bairro Santa Rosa ou Santa Paula.

Vale ressaltar que a indicação parlamentar não tem caráter obrigatório. Cabe a prefeitura decidir se acata ou não o pedido do vereador.

PROJETOS E MOÇÃO DE PESAR

Um projeto foi de autoria do ex-prefeito, Everton Sodario, que dispõe sobre denominação de Consultório Odontológico. O segundo projeto, de autoria do vereador José Benedito Brufatto, dispõe o nome da Avenida Um, para Avenida Laura Borazo Toscano. O vereador Afonso colocou em pauta uma moção de pesar pelo falecimento da Senhora Mitiko Takatsuji, ocorrido no dia 22 de março de 2022.

GRAMPOLA NA TRIBUNA

“O que se previa aconteceu, por incrível que pareça no dia 1 de abril entrou a renúncia do prefeito (Sodario). Quero desejar boa sorte na caminhada que ele se propôs a seguir, mas não posso deixar de fazer as comparações dele com o João Doria, que prometeu em sua campanha não sair, mas infelizmente não cumpriu com o que disse. Ele abandonou Mirandópolis para tentar ser deputado estadual, almejar um salário de 26 mil reais, fora as regalias que nós sabemos que tem”, diz Grampola em seu discurso na tribuna.

O vereador ainda aproveitou para desejar boa sorte ao novo prefeito, Mirão, e também pedir que o atual chefe do executivo dê atenção em alguns projetos que necessitam de prioridade. “Que Deus te capacite e que você procure fazer o melhor possível para a nossa cidade. Sou a favor da reforma do Ebe Aurora e CEMPS, mas tivemos dois anos de pandemia e não fizemos a reforma. Agora que o mundo está voltando nós vamos parar para reformar. As mães que sempre deixaram seus filhos no CEMPS não podem mais. E agora vocês vão pagar 20 mil reais de aluguel para os alunos do Ebe estudar na escola 14 de Agosto”, cobra Grampola.

DISCUSSÕES NA REDE SOCIAL

O ex-prefeito Everton Sodario usou seu perfil na rede social, justamente na postagem do vídeo feita pelo Grampola no Facebook, para responder ao vereador. “Grampola, agradeço a boa sorte que me desejou, mas lave essa boca grande pra falar de mim, posso ter renunciado como determina a lei eleitoral para concorrer a um cargo no legislativo estadual, mas nos quase 3 anos que estive como Prefeito jamais fiz igual a políticos como você que ficam no submundo esperando favores para ganhar dinheiro com favorecimentos para a prefeitura, sai do meu mandato de cabeça erguida, muito diferente de você que por onde anda não engana ninguém, a não ser os eleitores que foram nos churrascos que você pagou durante a campanha”, diz um trecho da resposta de Sodario.

O vereador Grampola respondeu Sodario dizendo “Não vivo da política e sim da minha pequena empresa e me orgulho disto, ao contrário de você não estou na política almejando altos salários e sim para fazer o bem na coletividade, sobre os churrasco na campanha fui em alguns sim que fui convidado inclusive você esquece de mencionar que estive num desse com você”, comenta Grampola em seu post, que tem ainda diversos comentários do ex-prefeito e também dos munícipes.


                       
1716478334