Dia Mundial da Atividade Física: entenda porque se exercitar é fundamental para conquistar mais qualidade de vida

Dia Mundial da Atividade Física: entenda porque se exercitar é fundamental para conquistar mais qualidade de vida

Celebrado na quarta-feira (6), o Dia Mundial da Atividade Física é uma data marcante, instituída pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com o objetivo de reforçar a importância da prática regular de exercícios físicos, que vem se mostrando uma grande aliada na prevenção e até mesmo no combate de diversas doenças.

O educador físico e diretor do Departamento de Esportes de Mirandópolis, Diogo Silva, explica que, a longo prazo, “a prática regular de exercícios físicos pode colaborar para a diminuição de doenças cardiovasculares, entre outras, redução do sedentarismo e problemas como depressão e ansiedade, além de colaborar também no aspecto social e ajudar no desenvolvimento pedagógico das crianças”.

Ainda segundo o profissional, não existe uma idade certa para incluir a prática de atividades físicas na rotina diária. “É claro que existem atividades certas para cada faixa etária, mas nunca é tarde para começar. Para crianças existem uma gama de modalidades para todos os gostos, e para quem nunca praticou e já está na melhor idade também, basta procurar um bom profissional ou escolher uma atividade que vá de encontro com sua idade e condição física”, orienta o educador físico.

COMBATE AO SEDENTARISMO

Além de ser uma ótima aliada à saúde e auxiliar no combate ao sedentarismo, a prática regular de atividades físicas também é um ótimo passatempo e para algumas pessoas, e em muitos casos, pode se tornar até mesmo uma paixão, como foi para a munícipe Isabela Zagatto Canella, de 28 anos.

“Sempre pratiquei atividades físicas, mas acho que essa paixão foi descoberta através da natação, que foi a primeira atividade física e cheguei até a participar de campeonatos, ganhando prêmios. Mas também já fiz dança do ventre, balé e academia, até que eu descobri o pilates, que hoje é uma atividade física que eu gosto muito e tenho prazer em praticar, porque é muito dinâmico e não cai na rotina, já faz três anos que eu estou firme”, conta Isabela, que ainda pratica treinos funcionais diários em casa de segunda a domingo.

Para Isabela, a prática de atividades físicas vai além da busca por padrões estéticos, mas sim pela busca de melhor qualidade de vida. “Não me imagino mais não praticando exercícios físicos, porque eu sinto que quando eu fico por algum motivo sem fazer Pilates, um treino, ou até mesmo uma caminhada, o meu corpo ‘pede socorro’, é como se eu estivesse ‘andando para trás’, consigo sentir mesmo a necessidade de praticar uma atividade física, porque a gente consegue ver a melhora no nosso corpo e no nosso organismo, tudo melhora”, revela Isabela.

Assim como Isabela Zagatto, muitas pessoas apaixonadas por atividades físicas tendem a realizar exercícios individualmente no conforto de suas casas, no entanto, o educador físico Diego explica que é necessário tomar cuidado.

“Nos dias atuais, com a facilidade de se encontrar aplicativos que auxiliam na prática de exercício físico em casa, aumentou muito o número de pessoas que adotaram esse estilo. É preciso muito cuidado, eu sugiro que quem queira começar em casa, procure um profissional habilitado, para evitar lesões, acidentes ou possíveis problemas causados pela pratica incorreta”, alerta o profissional.

Melhor Idade praticando vôlei adaptado

ATIVIDADE NÃO TEM IDADE

O voleibol adaptado para a terceira idade é uma modalidade que tem se destacado entre os esportes praticados por pessoas com mais de 60 anos e contribui para a melhora da flexibilidade, agilidade e coordenação motora. A munícipe Regina Mustafa, que pratica o esporte há quase 10 anos, ressalta que a pratica da modalidade ajuda quem tem problemas de saúde relacionados a flexibilidade, agilidade e doenças cardiovasculares.

“O vôlei adaptado é interessante porque não tem contato, então oferece menor grau de possibilidade de lesão pelo praticante, além de contribuir de modo significativo na sociabilidade. Aproveito para convidar os munícipes a participarem dos treinamentos com a gente, tenho certeza que vão gostar”, explica Regina, que pratica o esporte de segunda e sexta, das 8h30 às 10 horas, na quadra da Colina Verde.

ESPORTES NO MUNICÍPIO

Aos munícipes que buscam ter uma vida mais saudável através da prática de exercícios físicos, que contribuem para melhores qualidades de vida, Diogo recomenda que procurem o Departamento de Esportes, na rua Dalva Colaferro, nº 1.375, onde é possível obter mais informações sobre os projetos em Mirandópolis.

“Atualmente temos inúmeras ações esportivas, mantidas ou não pela prefeitura, com apoio total ou parcial. Entre elas temos o atletismo, basquetebol, beisebol, biribol, futsal, futebol, hidroginástica, voleibol, vôlei adaptado, dos quais qualquer munícipe pode participar”, finaliza o diretor da pasta esportiva.