Sessão é marcada por homenagem a grupo de coreografia e por crédito adicional para compra do imóvel do NES

Sessão é marcada por homenagem a grupo de coreografia e por crédito adicional para compra do imóvel do NES

Aconteceu na segunda-feira (6) a 11ª sessão ordinária de 2022 na Câmara de Mirandópolis. Entraram em pauta 6 indicações, 4 projetos de lei, 1 moção de pesar e 1 moção de repúdio. Além disso, o vereador Afonso Carlos Zuin fez uma moção de aplausos ao grupo de coreografia da melhor idade, em reconhecimento ao trabalho realizado em seus 14 anos de existência.

“Criado em 2006, o grupo de coreografia da Melhor Idade de Mirandópolis participou de todos os Jogos Regionais dos Idosos (JORI) até 2019, sendo consagrado tetracampeão na modalidade. O município sempre se classificou entre as melhores por conta das suas iniciativas com coreografias criativas e temas de grande relevância sociocultural. As apresentações se tornaram tradição até nos desfiles cívicos de aniversário de Mirandópolis e nas cidades da região, levando com muita honra o nome da cidade”, diz a justificativa do vereador.

“Ficamos dois anos sem ter os jogos, mas esse ano aconteceu, inclusive terminou agora no dia 5 de junho, em Araçatuba, mas infelizmente o departamento de promoção social cancelou por ora o projeto da coreografia que se estendeu por 14 anos. Esperamos que o executivo reveja essa situação”, comenta Afonso sobre o grupo.

Grupo de coreografia da melhor idade recebendo homenagem dos vereadores

NOMES DE RUA

O vereador Grampola Pantaleão colocou em pauta o projeto de lei que transforma a rua Dois, localizada no bairro residencial Andrea Torrente Zonzini, em rua Diva de Melo Falaschi. “Diva era natural de Avanhandava, onde nasceu em 1930. Casou-se em 1947, com Bernardino Falaschi. Teve duas filhas e um filho adotivo. Veio para Mirandópolis em 1948, morando na zona rural trabalhou nas lavouras de café, em 1950 veio morar na cidade. Em 1964, passou a trabalhar em uma pequena venda juntamente com seu marido, na rua 9 de julho, na saída para Lavínia, tornando-se um mercado de porte médio, onde trabalhou por 35 anos. Depois ainda trabalhou em outra loja do seu marido. Faleceu no dia 25 de dezembro de 2009, aos 79 anos. Portanto, nada mais justo que o poder legislativo preste esta singela homenagem à família”, reforça a justificativa.

Já os edis Magali Maziero e Emerson Carvalho fizeram um projeto para que a rua Dom Pedro II, localizada no bairro Paulicéia, passe a denominar-se rua Hildefonso de Lima Pereira. “Hidelfonso nasceu na cidade de Itaquaraí-BA, em 1947. Trabalhou desde criança na roça como catador de algodão, assim como exerceu a profissão de pintor. Ainda jovem, mudou-se para São Paulo para fazer o curso de técnico em eletrônica. Depois de concluído, foi para Mirandópolis, onde montou sua primeira eletrônica. Foi pai de três filhos, frutos de seu primeiro casamento, e do Heitor, do seu segundo casamento. Exerceu a profissão de técnico em eletrônica por mais de 40 anos em Mirandópolis, sendo que no dia 7 de fevereiro de 2022 veio a óbito após um infarto”, ressalta a justificativa do projeto.

CRÉDITO ADICIONAL

O prefeito de Mirandópolis, Mirão, fez um projeto solicitando abertura no orçamento vigente crédito especial no valor de R$ 40 mil que tem por finalidade a aquisição do imóvel onde encontra-se a elevatória de esgoto, no bairro Ribeirão Claro para a liberação de recursos da FUNASA que objetiva a readequação e eficiência do esgotamento sanitário.

Mirão colocou na pauta da sessão um segundo projeto solicitando a abertura de crédito no valor de R$ 980 mil, cuja finalidade é para contabilizar a compra do imóvel que atualmente abriga o NES (Núcleo de Especialidades em Saúde). O valor ofertado para a compra é de R$ 1,4 milhão, dividido em 10 parcelas de R$ 140 mil por mês.

INDICAÇÕES

O vereador Grampola Pantaleão indicou a possibilidade de implantação do novo teto salarial para a classe dos agentes de saúde, conforme Emenda Constitucional de nº 120/2022 do Governo Federal.

Magali Maziero e Emerson Carvalho indicaram a instalação de um redutor de velocidade (lombada) na rua Joaquim Alves Filho, próximo ao Posto Santo Expedito. Os vereadores ainda indicaram a implantação de uma plataforma plana, com faixa de pedestre e piso tátil, na rua Rafael Pereira, em frente à Livraria do Luizão. Eles reforçam que as referidas solicitações já foram feitas através de indicações anteriores, no entanto, até o presente momento não foram atendidas.

O vereador Tiago Soares, que não esteve presente na sessão, indicou a colocação de fresa asfáltica na entrada das duas minas de água potável que existem perto da entrada da Fazenda Santa Cecília. O edil ainda indicou o recapeamento asfáltico na rua Gentil Moreira, compreendido entre o trecho da rua Senador Rodolfo Miranda com a rua Japão. Uma terceira indicação do vereador foi a colocação de fresa asfáltica na rua que sai do Bairro Santa Paula até a Avenida São Paulo (margeando a antiga Faculdade de Mirandópolis, atual Escola Objetivo).

Vale ressaltar que a indicação parlamentar não tem caráter obrigatório. Cabe a prefeitura decidir se acata ou não o pedido do vereador.

MOÇÃO DE PESAR E REPÚDIO

Os vereadores Afonso Carlos Zuin e Monica Machado fizeram uma moção de pesar pelo falecimento do Senhor Cypriano Rodrigues da Silva, ocorrido no dia 22 de maio de 2022. Os edils, excluindo Tiago Soares, fizeram uma moção de repúdio durante a sessão referente à cobrança de ICMS no âmbito do sistema de compensação de energia solar e do uso da rede de distribuição local.