Professor, advogado e Secretário da Receita Federal, conheça a trajetória do mirandopolense Reinaldo Mustafa

Professor, advogado e Secretário da Receita Federal, conheça a trajetória do mirandopolense Reinaldo Mustafa

Conversamos com Reinaldo Mustafa, que nasceu em Mirandópolis em 1946. Casado com Marcia Raquel dos Santos Mustafa, tem três filhos (Andrea, Georgina e Vasco) e quatro netos. Reinaldo que trabalhou por quase 30 anos em Brasília, mora na zona rural em Mirandópolis e ainda atua como advogado e consultor tributário. Confira na sequência a entrevista completa.

Como foi sua infância e juventude?

Nasci em Mirandópolis, no dia 28 de outubro de 1946, pelas mãos da parteira Julia Cabrini. Foi uma infância tranquila, apesar que com 11 anos quase morri após ser picado por uma cobra no Ribeirão Claro. Cursei o primário no chamado Grupo Velho e no Edgar. Aliás, tive uma boa base no ensino, lembro com gratidão dos meus primeiros professores: Nida Junqueira, Cecilia Passarelli Momesso, Maria Bruzadim, Romualdo Galvani, Guaraci, Edna Carvalho, entre outros. Aqui em Mirandópolis ainda fiz o ginásio, magistério e o técnico em contabilidade. Depois cursei direito (Bauru), estudos sociais (Araçatuba) e Administração (Brasília).

Chegou a dar aula?

Fui professor primário na escola rural que ficava no Pé de Galinha, depois no ginásio na Aliança e em Valparaíso.

Quando casou?

Casei em Mirandópolis, há 47 anos, com Marcia Raquel dos Santos Mustafa. Digo que é a minha esposa e eterna namorada. A Marcia sempre foi neste meio século de vida em comum, minha musa inspiradora e maior incentivadora, quem sempre me apoiou no trabalho e na vida, a quem rendo todas as homenagens. Temos três filhos (Andrea, Georgina e Vasco) e quatro netos.

Quando saiu de Mirandópolis?

Fiz concurso público para o cargo de auditor da Receita Federal (técnico de tributação). Passei e fui designado para trabalhar em Brasília, onde cheguei no dia 8 de fevereiro de 1971. Foram quase 30 anos trabalhando por lá, mas nesse período continuei me aperfeiçoando. Cursei relações internacionais na Universidade de Brasília (UNB), assim como fiz especialização em informática de gestão em Paris, na França, finanças publicas e política fiscal no Fundo Monetário Internacional (FMI) em Washington (EUA) e também em Berlim, na Alemanha.

Quais foram os cargos exercidos?

Fui secretário de Economia e Finanças do Ministério da Fazenda, Secretário Executivo do Conselho de Política Fiscal-Confaz, Vice-diretor da Escola Fazendária, Superintendente de Administração da Zona Franca de Manaus, Assessor da Comissão do Sistema Tributário da Assembleia Nacional Constituinte, Presidente do Centro Interamericano de Administradores Tributários (Panamá), Diretor Presidente da CODEPLAN (Companhia de Desenvolvimento do Planalto Central) e Secretário da Receita Federal. Tenho a honra de ter diversas condecorações, entre elas a medalha do Pacificador do Ministério do Exercito e a Ordem do Rio Branco no grau de grande oficial, por decreto do presidente da república.

Mesmo longe, colaborava com Mirandópolis?

Sempre tive uma atenção especial com Mirandópolis e região. Como Secretário da Receita federal autorizei as doações de mercadorias apreendidas para as APAES, entidades e prefeituras. Atendi mais de 300 APAES Brasil afora. Eu e a Marcia participamos de muitas iniciativas de cunho social em Mirandópolis, seguindo uma tradição da família Mustafa, sem qualquer conotação política.

Teve convites para a política local?

Nunca fui filiado a um partido político, mas é com muito orgulho que registro que minha irmã, Regina Mustafa, foi prefeita de Mirandópolis

Seus pais foram atuantes na cidade?

Meu pai, Neif Mustafa, chegou na cidade em 1939. Foi comerciante e funcionário público. Um homem diferenciado, que se formou em direito aos 40 anos, se tornando o decano dos advogados da comarca. Não por menos a sala do júri no Fórum tem o seu nome. A minha mãe, Antiniska, foi a primeira professora de Mirandópolis, ela formou no magistério (curso normal) com 33 anos e depois fez três faculdades na área educacional.

Hoje mora aonde?

Atualmente, moro na zona rural de Mirandópolis e trabalho home office como advogado e consultor tributário.