Ocorrências da Semana têm golpe via WhatsApp, acidente de trânsito e produtos furtados

Ocorrências da Semana têm golpe via WhatsApp, acidente de trânsito e produtos furtados

ESTELIONATO VIA WHATSAPP

Um professor de 47 anos esteve na delegacia de Mirandópolis na sexta-feira (15) relatando que no dia 7 recebeu uma mensagem no WhatsApp dizendo ser do banco Votorantim e oferecendo um empréstimo. A vítima se interessou porque viu a possibilidade de tratar da sua saúde, sendo que cotou um empréstimo de R$ 20 mil a ser pago em um prazo de 120 meses, com parcela no valor de R$ 271 mensais. Entretanto, logo após a vítima receber a documentação referente ao suposto empréstimo e devolver assinada, o golpista disse que ele teria que pagar R$ 223 referente a encargos, o que foi feito no ato por PIX. Feito este pagamento, foi solicitado um novo deposito no valor de R$ 789 para pagamentos de novos impostos. O que foi realizado novamente pela vítima no mesmo dia, só que no período da tarde. Ainda no mesmo dia, outro pagamento foi pedido a vítima, desta vez no valor de R$ 901, e a vítima não desconfiando do golpe fez um terceiro pagamento. Depois de realizar todos os pagamentos, a vítima passou a questionar a liberação do valor contratado, ocasião em que no dia 13, novamente lhe pediram a transferência de mais R$ 997, o que também foi feito. Da mesma forma, como o valor não foi liberado, a vítima fez outro contato com o golpista, tendo este dito que teria que fazer outro pagamento, no caso o quinto depósito. Ao ser questionado pela vítima, o golpista disse que, caso não fizesse, a sua conta seria bloqueada pelo Banco Central. Diante deste argumento, o professor decidiu entrar em contato com o Banco Central e com o Banco Votorantim, ocasião em que tomou conhecimento de que havia caído em um golpe, pois nenhum contrato de empréstimo cobra encargos antecipado. Assim, lesado, a vítima procurou o plantão policial e solicitou providências.

ACIDENTE DE TRÂNSITO

Policiais Militares compareceram a delegacia de Mirandópolis na quarta-feira (20) conduzindo um homem de 63 anos. Os PMs informaram que foram solicitados via COPOM para comparecer em um acidente de trânsito. Chegando no local, foram informados que o homem conduzia seu carro pela rua Joaquim Alves Filho, sentido bairro-centro, sendo que ao chegar no cruzamento com a rua Antonio Silveiro da Silva, fez a conversão para a direita e adentrou na rua mencionada e logo a frente acabou colidindo com um outro veículo, que estava devidamente estacionado. Não houve nenhuma vítima, porém, os policiais constataram que o homem estava aparentemente embriagado, com isso convidaram o mesmo a realizar o teste de etilômetro, o qual se recusou. Indagado se ingeriu bebida alcoólica, ele disse que sim, que teria bebido uma cerveja. No plantão policial, o homem autorizou a retirada de material hemático para a realização de exame de dosagem alcoólica.

PRODUTO FURTADO

Uma empresária de 26 anos esteve na delegacia de Mirandópolis na quarta-feira (20) informando que deixou seu carro com o vidro dianteiro aberto, sendo que sua necessaire ficou em cima do banco do passageiro. A vítima relata que dentro da bolsa estava alguns produtos de beleza, como cosméticos e sabonetes, assim como rímel, base de pele, escova de cabelo, kit de brincos foleados e um creme hidratante de limpeza de pele. A empresária não tem suspeita sobre o furto, e no local não há câmeras de segurança. Segundo a mulher, a soma de todos os produtos furtados equivale aproximadamente R$ 1 mil.