Modelos vivos

Modelos vivos

É muito interessante que na liturgia da Palavra que vamos ouvir na Missa deste fim de semana apareçam três grandes figuras do Antigo Testamento: Moisés e Elias no Evangelho e Abraão na primeira leitura. Nesta, com apenas quatro versículos (uma das mais breves de todo o ciclo litúrgico), consta a promessa feita por Deus ao patriarca de que, embora já idoso e casado com uma idosa e estéril (Sara), se tornaria o “pai na fé” de uma multidão incontável – ele é mencionado no cap. 2 da Carta de São Tiago e no cap. 4 da Carta de São Paulo aos Romanos.

No Evangelho, Moisés e Elias não são somente mencionados, mas, durante a transfiguração de Jesus diante dos três apóstolos (São Pedro, São João Evangelista e São Tiago), aparecem ao seu lado e conversando com Ele – este fato, a propósito, põe fim à doutrina protestante de que após a morte a pessoa entra num estado de dormição até o dia da volta de Jesus, pois num estado assim quem é que conseguiria estar conversando? Moisés representa a Lei, e Elias os profetas que anunciaram a autêntica fidelidade à Lei – e tanto a Lei quanto a pregação dos profetas cumprem-se plenamente em Jesus.

No tempo quaresmal as leituras das Missas nos propiciam contato com vários homens e mulheres do Antigo Testamento, através dos quais Deus foi executando seu plano de salvação e cuja vida e testemunho devem nos levar àquela adequada e necessária disposição interior para abraçarmos a vontade divina. Por isto é que ao ouvir essas leituras nas Missas ou lê-las em casa (coisa altamente recomendável, juntamente a outras leituras bíblicas), devemos tirar da mente uma idéia errônea de que estamos nos deparando com meras personagens como de livros ou filmes; são pessoas de carne e osso e modelos de conduta e virtude (arquétipos) escolhidos por Deus para nos mostrar o caminho de comunhão com Ele.

Em outras palavras: nós não estamos sozinhos na busca de conformar nossa vida a Deus. Jamais estaremos! Se porventura faltarem bom exemplos ao nosso redor, na família ou entre os amigos, com mais urgência devemos buscar as Sagradas Escrituras e comprovar que o Senhor não nos desampara, encontrando ali exemplos sólidos para iluminar nossa vida e nosso itinerário quaresmal!

Santos Abraão, Moisés e Elias, rogai por nós!


                       
1709020584