Mais dois vereadores procuram a polícia após terem seus nomes inclusos no CAPS

Mais dois vereadores procuram a polícia após terem seus nomes inclusos no CAPS

Foto: Eduardo Mustafa

Aconteceu na segunda-feira (11), a 3ª sessão ordinária de 2024 na Câmara de Mirandópolis. Entraram em pauta 1 projeto de lei solicitando crédito adicional, 2 indicações e 1 moção de pesar. Entretanto, o que mais chamou atenção foi o uso da tribuna por parte dos vereadores, já que Roberto Gonçalves e Claudio Morena confirmaram que abriram boletins de ocorrências por conta dos seus nomes estarem inseridos de forma indevida no sistema do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). E pelo vereador Tiago Soares, líder do prefeito na Câmara, defender Mirão durante o uso da palavra.

Roberto foi o primeiro vereador a fazer o uso da tribuna e revelou que registrou um boletim de ocorrência onde confirma que nunca esteve no CAPS passando por atendimento. “Procurei os órgãos competentes e descobri que meu nome está envolvido em oito prontuários de atendimento do CAPS. Eu nunca passei por médico clínico, terapeuta ocupacional, enfermeiro, psicólogo ou psiquiatra no CAPS. Daí eu questiono, porque meu nome consta nesses atendimentos? Vamos até o fim dessa jornada que não vai ser fácil, mas vamos encontrar os responsáveis por esse erro”, relatou Roberto durante uso da tribuna.

Indignado, Claudio Morena confirmou na tribuna que nunca passou por atendimento no CAPS. Foto: Eduardo Mustafa

O vereador Claudio Morena falou na sequência e revelou que também registrou um boletim de ocorrência pelo mesmo motivo. “Tive dois contatos com o CAPS, um que foi no dia da inauguração e em uma palestra no Rotary. Fico triste com isso, pois supostamente consta que fui atendido por terapeuta ocupacional, enfermeira e médico. Fico ainda mais triste pela forma que o executivo vem tratando esse assunto, pois eles estão sujando os nomes de muitas pessoas injustamente”, esbravejou Morena.

Tiago Soares usou seu tempo na tribuna para defender o prefeito Mirão. “Se houve qualquer tipo de irregularidade, eu acredito que o Mirão vai abrir sindicância e processos para apurar e identificar as pessoas que fizeram esses lançamentos. O Mirão com sua transparência e honestidade vai tomar providências. Roberto, Afonso e Claudio, eu peço desculpas em nome do prefeito, porque isso foi em 2022, faz muito tempo, mas sistema é sistema”, disse Soares.

Na sequência, Afonso Carlos Zuin iniciou seu discurso rebatendo Tiago Soares. “O líder do prefeito (Tiago) precisa voltar a realidade, pois não é possível que ele não tenha visto tudo que recebemos de resposta do prefeito e do diretor da saúde. O Tiago só pode estar vivendo em outro mundo”, disse Afonso, que complementou explicando todo processo envolvendo seu nome.

INDICAÇÕES

Os vereadores Grampola Pantaleão e Mônica Machado fizeram uma indicação onde solicitam ao Prefeito de Mirandópolis melhorias no Centro Comunitário do bairro Jardim Aeroporto. 

A vereadora Mônica fez uma segunda indicação pedindo a regularização das placas de identificação no cruzamento da rua Antônio Rodrigues de Carvalho com a rua Júlio Prestes (linha amarela). 

Vale ressaltar que a indicação parlamentar não tem caráter obrigatório. Cabe a prefeitura decidir se acata ou não o pedido do vereador.

MOÇÃO DE PESAR 

A vereadora Mônica Machado fez uma moção de pesar pelo falecimento do Senhor Chissato Minomi, ocorrido no dia 5 de março de 2024. 


                       
1713550198