Rotary promove palestra sobre prevenção de hepatites; campanha ocorre neste sábado

Rotary promove palestra sobre prevenção de hepatites; campanha ocorre neste sábado

O Rotary Club de Mirandópolis promoveu na noite da última terça-feira, 23 de julho, palestra sobre prevenção de hepatites com a presença de dois médicos da região, o proctologista Merchides Toniolo Junior e o infectologista Stelios Fikaris. O tema foi abordado na sede do clube de serviço com a presença dos rotarianos e autoridades da cidade.

A ação faz parte da campanha Hepatite Zero que será realizada no próximo sábado, 27 de julho, em frente ao Nilton Supermercados (Loja 2) e à Pernambucanas. Equipes de enfermeiros estarão realizando testes rápidos gratuitos de Hepatites B e C para homens e mulheres acima de 40 anos. A campanha se iniciará às 8 horas e vai até as 13 horas. O projeto é uma parceria do Rotary Club de Mirandópolis e a Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite. A campanha é a maior do mundo e acontece simultaneamente em 50 países, de dois continentes (África e Américas).

Durante a palestra, o presidente do Rotary, André Terenci, destacou que o clube de serviço fará um trabalho de cooperação junto ao departamento de Saúde da prefeitura. “Caso haja testes positivos nossa equipe de enfermeiras fará o encaminhamento ao departamento de Saúde e orientará os pacientes quanto aos procedimentos a serem adotados”, explicou Terenci.

Ao todo, estão disponibilizados 500 kits para testes rápidos. A campanha busca quebrar o grande silêncio que existe sobre a doença, diagnosticando portadores do vírus que desconhecem a situação em que se encontram. A doença é assintomática até as suas fases mais avançadas e, geralmente, quando o portador percebe os primeiros sintomas, já é tarde demais e a única possibilidade de cura seria um transplante de fígado.

PALESTRA

Um dos médicos mais experientes e renomados sobre o tema no estado, Stelios Fikaris, destacou a importância da prevenção através de vacinas e do diagnóstico precoce. Ele também falou o quanto é fundamental as pessoas procurarem um médico para fazer o acompanhamento e evitar procura em sites não confiáveis sobre o tema. “Importante pesquisar em sites confiáveis e procurar um médico. A internet é muito boa, mas as vezes ela acaba assustando o paciente. Já recebi em meu consultório muitos deles desesperados porque leram sobre Hepatites na internet. Por isso é importante o trabalho de campanhas. Importante também que Município saiba quem são os portadores da doença para que sejam acompanhados e orientados”, disse Fikaris.

Infectologista Stelios Fikaris fez palestra no Rotary Club sobre Hepatites / Foto: Vinicius Macedo

O infectologista afirmou que os testes rápidos são muito eficazes, porém não garantem 100% de precisão. “A certeza é de 98%, mas geralmente quando ocorre caso de positivo é um alerta de que a pessoa pode estar contaminada”, explicou.

Fikaris avaliou também o trabalho de prevenção da doença na saúde pública, em especial na atenção básica. “As hepatites estão começando a chamar mais a atenção recentemente. Antes existia um trabalho, mas hoje o fato de ter o Julho Amarelo é um sinal de que é uma doença relevante, assim como Outubro Rosa e Novembro Azul.  São doenças que estão chamando a atenção da população e com isso os órgãos governamentais também estão tendo maior preocupação. São doenças que acometem muitas pessoas e cujo tratamento é caro. Por isso, a prevenção é o mais importante. Importante garantir que mais gente se vacine contra a Hepatite B. Hoje, a vacina contra a Hepatite A faz parte da infância. Ao contrário da B e C, a Hepatite A não é transmitida sexualmente, mas sim de forma oral e fecal, quando come ou bebe alguma coisa contaminada. Tudo que a gente puder fazer para evitar uma doença evitável tem que ser feito”, concluiu o médico que recebeu Certificado de Agradecimento do clube de serviço pela palestra.

Rotarianos e autoridades acompanharam a palestra na última terça-feira (23) / Foto: Vinicius Macedo