Estudantes do SESI apresentam projeto de ciclofaixa que deve ser adotado pela prefeitura

Estudantes do SESI apresentam projeto de ciclofaixa que deve ser adotado pela prefeitura

Uma pesquisa realizada entre os estudantes da escola SESI de Mirandópolis está prestes a ser efetivada pela prefeitura nas próximas semanas: a criação de uma ciclofaixa. A proposta pioneira apresentada pelos alunos foi aprovada por todos os vereadores da Câmara Municipal. O prefeito Everton Sodario (PSL) disse que irá ampliar o projeto.

O estudo prevê a criação da ciclofaixa iniciando no cruzamento da avenida Dr. Raul da Cunha Bueno com a rua Antônio Simões Pessoa até a escola SESI.

A ação dos estudantes teve a supervisão do professor Maykon Montanhera por meio do eixo integrador de Matemática com o tema “Por terra, ar e ar”. Eixo integrador é uma estratégia de interdisciplinaridade de uma ou mais áreas do conhecimento, em que os estudantes têm a oportunidade de conhecer, integrar e aplicar conteúdos e experiências numa perspectiva de diálogo e interação para a solução de desafios.

A proposta da implementação da ciclofaixa se deu após um levantamento de informações sobre o trânsito nos horários de entrada e saída dos alunos na escola. Um questionário online foi criado ano passado pelos alunos do 8° ano e respondido pelos estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º
ano do Ensino Médio.

Ciclofaixa proposta pelos estudantes inicia no cruzamento da avenida Dr. Raul da Cunha Bueno com a rua Antônio Simões Pessoa até a escola SESI; Prefeito ampliou trajeto. Foto: Google Maps/Divulgação


Com as respostas, os alunos do 8° ano obtiveram informações como o meio de transporte mais utilizado para ir à escola, as imprudências praticadas pelos motoristas, ciclistas e pedestres durante o trajeto e a opinião dos entrevistadores sobre o fluxo de trânsito nas imediações da unidade escolar.

Tudo foi trabalhado matematicamente, utilizando gráficos e percentuais. Ao final da pesquisa, os estudantes constataram a necessidade de uma ciclofaixa.

“É muito gratificante ver um projeto que saiu das discussões em sala de aula estar em processo de implementação, ver o empenho de nossos estudantes em propor uma melhoria, desenvolvendo diversas habilidades, realizando pesquisas, analisando os dados e apresentando uma proposta para os vereadores na Câmara Municipal de Mirandópolis que beneficiará toda a comunidade”, disse Maykon Montanhera, professor responsável pela disciplina.

Após os estudos, realizado no fim do ano passado, os alunos convidaram todos os vereadores para que pudessem conhecer o projeto. Marcaram presença Almir Marini (PV) e Wellington Brito (PV). Em seguida, os estudantes puderam apresentar o projeto a todos os vereadores em sessão ordinária, na Câmara Municipal.

Marini e Brito foram os responsáveis por fazer indicação parlamentar ao prefeito Sodario. O documento foi enviado no início de dezembro.

AMPLIAÇÃO
No fim de maio, o prefeito fez publicação em rede social afirmando que iria criar a ciclofaixa, a iniciar no pontilhão da avenida Dr. Raul da Cunha Bueno seguindo até a escola. Ele ainda acrescentou um novo trajeto: com saída da rotatória do Jardim Aeroporto seguindo até a antiga escola Anita Gamo.

À reportagem, a prefeitura informou que nesta semana chegam os materiais que serão utilizados na primeira etapa da criação da ciclofaixa.