Câmara de Vereadores terá cinco mudanças na próxima Legislatura

Câmara de Vereadores terá cinco mudanças na próxima Legislatura

A Câmara de Vereadores de Mirandópolis terá, no mínimo, cinco mudanças para a 18ª Legislatura, correspondente entre 2021 e 2024. Isso porque cinco parlamentares atuais não tentarão a reeleição neste ano, são eles: Almir Marini (PV), Carlos Weverton (PODE), Matias Evarde (PODE), Yukio Abe (PV) e Wellington Brito (PV), esse último devido ao fato de se lançar candidatura a prefeito.

Ou seja, pelo menos cinco novos nomes irão fazer parte do próximo mandato. A data limite para o registro de candidatura foi 26 de setembro.

O jornal procurou os quatro vereadores, exceto Brito, para saber deles os motivos que os levaram a não tentar novamente vaga na Casa de Leis. Veja as respostas.

Almir Marini:

“Estou na presidência do Partido Verde em Mirandópolis desde dezembro e venho trabalhando firmemente nos últimos meses para fortalecer o grupo. O objetivo do PV é formar uma chapa completa e de qualidade para disputa das eleições. Nesse momento estou totalmente focado em fortalecer o partido e as pessoas que fazem parte desse projeto, sendo assim não colocarei meu nome na disputa por uma cadeira na câmara municipal porque acredito que não estarei me dedicando o tanto que a cidade precisa.”

Carlos Weverton:

O vereador não se manifestou. Disse que preferia aguardar a data limite do registro de candidatura. Mas no site do TSE não consta o nome de Carlos como candidato.

Matias Evarde:

“Não vou concorrer à reeleição devido ao meu trabalho. O momento agora está bem difícil de conciliar minha empresa com o trabalho na vereança. Isso não significa que abandonei a política. Só dei um tempo. Quem sabe daqui quatro anos”.

Yukio Abe:

“É que falta pouco tempo para aposentar, cerca de dois anos. Vou me dedicar exclusivamente na medicina. Batalhei muito para me formar, na época trabalhava e estudava, com muito esforço consegui graduar. Até cogitei sair como candidato esse ano, mas como não conseguirei focar na política, acredito que a melhor coisa é não concorrer. Mas vou continuar ajudando a população, não precisa ser vereador, vou tentar ajudar da mesma maneira. Daí daqui há alguns anos aposento e posso até pensar em me candidatar novamente.”

Os outros quatro vereadores restantes garantiram seus nomes nas convenções partidárias e devem tentar novamente uma cadeira:  Afonso Carlos Zuin (PDT), Luciano Bersani (PP), Tiago Soares (PSL) e Nivaldo Ribeiro (PODE).