‘É muito gostoso quando vejo algo sobre o Gentileza’, conta Antônio Datrino, irmão do Profeta

‘É muito gostoso quando vejo algo sobre o Gentileza’, conta Antônio Datrino, irmão do Profeta

‘Quando vejo as matérias na televisão sobre o Zé (Profeta Gentileza), vem uma lembrança bem forte dos meus pais, isso de certa forma é gostoso’. A frase é de Antonio Datrino, irmão de José Datrino (Profeta Gentileza), que tem 87 anos e mora em Mirandópolis.

Antonio lembra que seus pais contavam que desde pequeno o irmão dizia que um dia iria precisar ir embora. “Ficamos muitos anos sem notícia, meus pais tentaram encontrar, mas não conseguiram na época, só foi ter contato mesmo quando receberam uma carta depois de quatro anos que tinha saído de casa”, recorda (detalhes sobre a trajetória do Profeta Gentileza na página A6).

O irmão conta que o José Datrino (Gentileza) veio em Mirandópolis alguns anos depois quando ainda tinha caminhão. “Infelizmente não tive tanto contato com ele depois que ele foi embora, outros tempos, tudo mais difícil. Mas quando ele tinha caminhão veio em casa. Meu outro irmão ainda foi embora para trabalhar com ele, pois o Zé (Gentileza) tinha dois caminhões. Ele ficou uns dois anos, mas acabou voltando”, diz Antonio.

Quando assiste uma matéria na televisão sobre o Gentileza, Antonio comenta que vem uma lembrança bem forte dos seus pais. “Vira e mexe tem alguma coisa que fala sobre ele, uma matéria sobre sua vida, ou mesmo algo sobre a frase Gentileza Gera Gentileza, isso traz uma lembrança dos meus pais, é muito gostoso reviver isso”, finaliza Antonio.

ONG GENTILEZA

No ano de 2000, em Mirandópolis, onde o profeta está enterrado, foi criada a ONG Gentileza Gera Gentileza, fundada por parentes e amigos que admiravam a filosofia de vida do Profeta. A ONG, além de lembrar a pessoa de José Datrino (Profeta Gentileza), em sua criação, tinha a missão de difundir educação e cultura em toda a região. Vários eventos foram feitos, como: Saraus Mensais Itinerantes, Encontros de Corais, Tardes Culturais para Crianças no Bosque da cidade, Participações em Eventos Escolares e um evento anual denominado “Gentileza Gera Gentileza”, com música, teatro, poesia e dança, entre outros.

RESTAURAÇÃO DOS MURAIS

Com o decorrer dos anos, os murais no Rio de Janeiro foram danificados por pichadores, sofreram vandalismo, e mais tarde cobertos com tinta de cor cinza. A eliminação das inscrições foi criticada e posteriormente com ajuda da prefeitura da cidade do Rio, foi organizado o projeto ‘Rio com Gentileza’, com o objetivo restaurar os murais das pilastras. Começaram a ser recuperadas em janeiro de 1999. Em maio de 2000, a restauração das inscrições foi concluída e o patrimônio urbano carioca foi preservado.

José Datrino, o Profeta Gentileza

CURIOSIDADES SOBRE O GENTILEZA

– Gentileza foi homenageado na música pelo compositor Gonzaguinha, nos anos 1980; e também pela cantora Marisa Monte, nos anos 2000. As duas canções levam o nome Gentileza;

– A canção de Gonzaguinha mostrava uma homenagem ao profeta, como se vê no trecho: “Feito louco / Pelas ruas / Com sua fé / Gentileza / O profeta / E as palavras / Calmamente / Semeando / O amor / À vida / Aos humanos”.

A canção de Marisa Monte, por sua vez, além de incentivar os valores pregados pelo profeta (no trecho “Nós que passamos apressados / Pelas ruas da cidade / Merecemos ler as letras / E as palavras de Gentileza”), retrata os danos ocorridos contra os murais, como diz o trecho: “Apagaram tudo / Pintaram tudo de cinza / Só ficou no muro / Tristeza e tinta fresca”;

– Em 2000, o professor do Departamento de Arte da Universidade Federal Fluminense (UFF) e coordenador do Movimento Rio com Gentileza, Leonardo Guelman, lançou o livro Brasil: Tempo de Gentileza (Editora da Universidade Federal Fluminense). Em 2009, publicou Univvverrsso Gentileza (Ed. Mundo das Ideias);

– Em 2001, o Profeta Gentileza foi o enredo do G.R.E.S Acadêmicos do Grande Rio, no carnaval do Rio de Janeiro, tal desfile é considerado até hoje um dos melhores da escola. Sendo de autoria do lendário Joaozinho Trinta;

– Em 2009, o profeta foi interpretado em participação especial pelo ator Paulo José, na novela Caminho das Índias, exibida pela Rede Globo;

– Em Conselheiro Lafaiete, cidade do interior de Minas Gerais, há um amplo trabalho feito pela ONG AMAR que dá continuidade ao trabalho do Profeta Gentileza. Foram desenvolvidas oficinas com jovens da cidade, onde foi possível repassar as técnicas de mosaico. Além disso, um grande muro no bairro São João recebeu uma linda aplicação de mosaico. E a praça São Pedro, no bairro Albinopólis, foi toda decorada seguindo o exemplo do Profeta Gentileza.