Vereadores indicam programa para criação de hortas comunitárias em terrenos do município

Vereadores indicam programa para criação de hortas comunitárias em terrenos do município

Aconteceu na segunda-feira (17) a décima sessão ordinária na Câmara Municipal de Mirandópolis. Com o retorno da presidente Mônica Machado após licença por conta da covid, foi colocado em pauta 1 requerimento, 9 indicações, 3 moções de pesar e 1 moção de aplauso. Além disso, entrou em votação um projeto de lei do prefeito Everton Sodario para denominar a sala de reunião do paço municipal para ‘Claudio Paschoal’.

Entre as indicações, Emerson Carvalho e Magali Mazieiro oficializaram ao prefeito a possibilidade de providenciar pequenos reparos e pintura na Unidade Básica de Saúde ‘Mario Covas, na Primeira Aliança, e outra indicação para reformar a UBS Nelson Yurasseck, no Amandaba.

O vereador José Brufatto indicou a limpeza do cemitério do Amandaba, sendo que ressaltou que teve uma indicação em março que trata da mesma solicitação e foi atendida, porém é necessária uma nova limpeza no local. O vereador ainda indicou uma limpeza na praça do mesmo bairro.

Os edils José Brufatto, Afonso Carlos Zuin, Grampola Pantaleão, Mônica Machado e Roberto Gonçalves fizeram uma indicação ao prefeito solicitando a criação de um programa municipal de hortas comunitárias, visando o aproveitamento dos terrenos baldios públicos no município.

A presidente Monica ainda solicita providência de iluminação pública na rua Sebastião Aleixo de Castro, no Santa Rosa.

Já Tiago Soares fez uma indicação de recapeamento asfáltico no trecho da rua José Correa Moreno, compreendido entre a rua Antonio Silveiro da Silva e rua Deusdete Leite de Almeira. O vereador ainda indicou ao prefeito a possibilidade de regularização dos imóveis do bairro Lavor, por meio do Programa ‘Cidade Legal’.

MOÇÃO DE APLAUSO

Grampola colocou na pauta uma moção de aplauso aos cantores ‘Gerval Bonete e Moacir Bonete (Jovaninho), em reconhecimento a toda dedicação e trabalhos prestados em Mirandópolis e região por meio da música sertaneja.

“Gerval e Jovaninho são cantores simples de Mirandópolis, que
relembram através de suas vozes a harmonia e a fidelidade ao gênero da melhor época de glória da música sertaneja raiz. A dupla começou a cantar ainda jovens quando moravam e trabalhavam na roça, sempre incentivados pelos pais, os dois irmãos ensaiavam a noite, feriados ou todas as vezes que surgiam oportunidades”, disse Grampola na justificativa da moção.

MOÇÕES DE PESAR

Magali Mazieiro, Emerson Carvalho e Mônica Machado fizeram moções de pesar pelos falecimentos de Edson José dos Santos, José Ivanildo de Almeida e Samararrilda Ferreira de Souza Silva.


                       
1713897758