Ocorrências da Semana: resgate de perfil no Instagram e furtos

Ocorrências da Semana: resgate de perfil no Instagram e furtos

PERFIL HACKEADO

Uma proprietária de uma lanchonete, de 22 anos, compareceu na delegacia de Mirandópolis na quarta-feira (2) para informar que no dia anterior teve o perfil do estabelecimento no Instagram hackeado e utilizado para aplicar golpes. Os autores estavam postando fotos de móveis e eletrodomésticos supostamente à venda, os quais não são da vítima. Uma cliente, ao ver os posts, entrou em contato com a declarante para saber dos produtos, momento que a vítima se deu conta do que acontecia. Ao tentar acessar seu perfil, não conseguiu, pois trocaram a senha e o email de acesso. Posteriormente, os estelionatários entraram em contato com seu perfil pessoal pedindo para fazer um acordo, orientando a fazer um PIX de R$ 3 mil. Os estelionatários informaram que após a transferência bancária eles devolveriam o acesso a conta, mas ela não efetuou o PIX.

PINTOR FURTADO

Um pintor de 56 anos registrou um boletim de ocorrências na delegacia de Mirandópolis na quinta-feira (3) porque teve materiais furtados. Segundo o B.O, ele estava trabalhando quando sentiu falta de uma caixa de ferramentas, que continha alicates, chaves de fenda, um calibrador e um medidor de pneus. O profissional relatou que na casa que estava trabalhando não há portas e nem muros, sendo que o local não tem câmeras de monitoramento. O prejuízo com os objetos furtados é de cerca de R$ 200.

CASA INVADIDA

Um auxiliar de serviços gerais, de 44 anos, esteve na delegacia de Mirandópolis na quinta-feira (3) explicando que reside em Brasilândia-MS e também em Mirandópolis.  Quando chegou nesta cidade, foi até sua casa no Jardim Nossa Senhora de Fátima, e constatou que os fios que ligam a energia da casa, dois botijões de gás e carnes que estavam no freezer da geladeira haviam sido furtados. Ele acredita que o furto foi no dia anterior, no período da noite, já que a vizinha que cuida do imóvel esteve na casa, durante o dia, e não notou nada de anormal. A vítima informa que o cadeado que trancava a porta da cozinha estava quebrado, no local não há câmeras de monitoramento.

VISITA INDESEJADA

No último domingo (6), por volta das 10h, a avó de um sentenciado tentava adentrar à Penitenciária “Asp. Lindolfo Terçariol Filho” de Mirandópolis para visitar o neto quando, ao passar pela revista mecânica no body scanner, o aparelho apresentou imagens suspeita em sua região pélvica. Os agentes de segurança a questionaram e ela então, em local apropriado, retirou do ânus um invólucro que pesava 86 gramas. Ao ser aberto, o material continha 2 folhas aparentando o entorpecente conhecido como K4, medindo aproximadamente 23x31cm, e um pequeno invólucro contendo substância esverdeada semelhante à maconha. Diante dos fatos, as medidas de praxe foram tomadas e a mulher, além de ser suspensa do rol de visitas, encaminhada à delegacia de polícia.


                       
1709089758