Novembro Azul: o que é o câncer de próstata e como se prevenir?

Novembro Azul: o que é o câncer de próstata e como se prevenir?

O câncer de próstata é considerado o segundo tipo da doença que mais faz vítimas no Brasil, ele atingiu cerca de 65.840 homens entre os anos de 2020 e 2022, segundo a Fundação do Câncer. Com isso, o mês de novembro é dedicado à saúde masculina e principalmente à prevenção e conscientização do câncer de próstata.

A próstata é uma glândula masculina na parte abaixo do abdômen e tem o tamanho de uma noz. O órgão é responsável pela produção do fluido seminal que nutre e transporta o esperma. Alguns tipos de câncer de próstata crescem lentamente e tem como sintoma a dificuldade em urinar, mas, às vezes, não há presença de sintomas. Em alguns casos, é recomendado monitoramento; outros tipos são agressivos e necessitam de radioterapia, cirurgia, terapia hormonal, quimioterapia ou outros tratamentos.

Todos esses agravantes podem ser evitados. No entanto, para o homem há um empecilho chamado: preconceito. Devido a falta de informação e aos estigmas da masculinidade, muitos homens não procuram ajuda ou até mesmo não mantém seus exames em dia. Há um grande tabu envolvendo os exames de prevenção ao câncer de próstata.

Para o médico cirurgião geral e urologista, Carlos Weverton Ortega Sanches, a campanha do Novembro Azul é uma ótima iniciativa para aumentar o número de homens que procuram ajuda por conta própria. “A campanha novembro azul é um ótimo momento para se cuidar e diagnosticar precocemente algumas doenças”, diz o doutor e complementa reforçando que os estigmas são prejudiciais para o diagnóstico precoce, “O homem, muitas vezes, não quer passar uma imagem de que pode ficar doente, além disso, existe o preconceito em relação a realizar os exames para os cuidados com a próstata, sobretudo o toque retal, um preconceito que precisa acabar, pois pode ajudar a preservar vidas”.

Com intuito de conscientizar, Sanches dá algumas dicas para um estilo de vida mais saudável e tranquilo. “A prevenção ao câncer de próstata se dá com bons hábitos de vida, comer alimentos saudáveis, praticar atividade física, não fumar e ingerir bebidas alcoólicas com moderação”, diz o especialista que reforça a necessidade de exames de prevenção, “os exames preventivos não impedem que você tenha a doença, mas permitem o diagnóstico num estágio inicial, o que aumenta e muita a chance de cura da doença”.

Pelo fato de se tratar de uma doença silenciosa, em muitos casos, se descoberta em estágio inicial, há grande chance de cura completa. Entretanto, há outros fatores de risco que podem agravar a condição em determinados casos. A idade avança e a incidência de casos próximos na família são os principais agravantes. Com isso, o Ministério da Saúde e entidades relacionadas ao tratamento do câncer, incentivam exames preventivos para homens que têm essa pré-disposição ao câncer, a partir dos 45 anos. Para aqueles que não possuem essa tendência, são indicados a partir dos 50 anos, para exames de rotina.


                       
1713759271