Ocorrências da Semana têm furto na UBS e golpe do PIS

Ocorrências da Semana têm furto na UBS e golpe do PIS

FURTO NA UBS

Uma escada de alumínio, com aproximadamente dois metros, foi furtada na terça-feira (22) da Unidade Básica de Saúde Jorge Maluly Neto, em Mirandópolis. Segundo consta no boletim de ocorrência feito pela representante da UBS, não se sabe ao certo o dia em que o fato ocorreu, pois, como não há sinais de arrombamento no local, o vigia da unidade sentiu falta do item no dia anterior ao registro da ocorrência (23).

Os funcionários também sentiram falta de um aparelho de roteador de internet. Devido a isso, acredita-se que os produtos foram subtraídos em horário de funcionamento.

GOLPE POR TELEFONE

Um homem de 70 anos foi vítima de um golpe na terça-feira (22). De acordo com o boletim de ocorrência, o aposentado recebeu uma ligação de uma suposta instituição financeira ofertando o abatimento de uma dívida em um banco através de outra conta. Por telefone, a vítima foi orientada a realizar um empréstimo no valor de R$14,9 mil para ter o dinheiro em sua conta para fazer o pagamento da suposta dívida.

Com o empréstimo feito, ele foi orientado a realizar uma transferência, via PIX, no valor de R$5 mil para quitar o debito e posteriormente outra transferência foi solicitada como taxa no valor de R$3,9 mil. Tendo atendido as orientações, foi apenas quando entrou em contato com o banco no qual possui conta que percebeu se tratar de um golpe. Com uma perda de R$8,9 mil, o aposentado deseja apenas ser ressarcido do prejuízo.

PERDEU O PIS

Uma auxiliar de serviços gerais de 59 anos esteve no plantão policial de Mirandópolis na sexta-feira (25) para registrar um boletim de ocorrência a respeito de um possível golpe que sofreu em abril deste ano. Segundo consta no registro, como de costume todo mês de novembro ela se dirige ao banco para fazer o saque de seu benefício do Programa de Integração Social (PIS). No entanto, o benefício já havia sido retirado, mais precisamente no dia 4 de abril, fato este, que a mesma narra não ter ciência.

Chocada com o ocorrido, procurou a agencia bancária para explicar o que houve e tomar as devidas providencias. Em contato com o gerente, a mulher foi apresentada ao extrato que comprova a retirada do valor no quarto mês deste ano e foi orientada a registrar o boletim de ocorrência para que a instituição possa tomar as medidas cabíveis. Ainda de acordo com o relato, ela não deseja representar criminalmente o ocorrido, mas solicita o reembolso do valor subtraído.


                       
1709020341