Academia Latino-Americana de Ensino realiza aula inaugural do Internato Médico em Mirandópolis

Academia Latino-Americana de Ensino realiza aula inaugural do Internato Médico em Mirandópolis

A Academia Latino-Americana de Ensino (ALAE) promoveu na terça-feira (6) sua primeira aula, inaugurando assim o Internato Médico em Mirandópolis. O evento foi realizado no Centro de Eventos e contou com a participação de autoridades locais e da região, assim como da Banda Marcial.

O Internato Médico da ALAE, em Mirandópolis, visa acolher os alunos de medicina dos dois últimos anos da Universidade Brasil de Fernandópolis. Serão oferecidos estágios práticos nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e no Pronto Socorro Municipal, assim como futuramente no Hospital Estadual de Mirandópolis.

“É um feito histórico que marca o início de uma nova era na medicina da cidade, onde teremos mais bem-feitorias para os cidadãos fazendo com que a economia também cresça, pois são cerca de 50 alunos que acabam mudando para cá. Estamos muito felizes em ajudar a transformar para melhor a vida de cada um que aqui está”, ressalta o professor Dr. Luiz Fernando, da ALAE.

A aula inaugural contou com a presença de autoridades como o prefeito Mirão Olegário com a primeira-dama, o presidente da Câmara Municipal, Roberto Gonçalves, o diretor de Saúde Vinícius Cunha, o ex-prefeito de Mirandópolis Jorge Maluly Filho com o seu filho Joca Maluly Neto, o Reitor da Universidade Brasil, Felipe Sigollo, a coordenadora do curso de medicina da Universidade Brasil, Prof. Dra Lílian Moraes, o Prof. Dr. José Martins, também da Universidade Brasil,  a Diretora Executiva da ALAE, Julia Gamarski, o Coordenador do Internato Médico Prof. Dr. Carlos Guilherme Giazzi Nassri, além dos alunos que estarão internos durante esse ano, seus familiares e convidados.

Alunos e autoridades durante aula inaugural do Internato Médico em Mirandópolis

O INTERNATO

O internato é a última etapa da graduação em medicina, e acontece nos dois últimos anos do curso, ele é o mesmo que um estágio curricular obrigatório nos demais cursos. Nele, os estudantes são divididos em pequenos grupos, que contam em média com 15 alunos, de forma que eles vão revezando entre as principais áreas da medicina. 

Durante o internato, o aluno coloca em prática tudo que aprendeu durante as etapas básica e clínica do curso.  Os internos, estudantes na fase de internato, são supervisionados durante todo período do internato, por um médico responsável. É importante ressaltar que nenhum procedimento é realizado sem sua supervisão.

Essa etapa acontece em hospitais, UBSs ou ambulatórios, podendo esses serem da própria faculdade ou conveniados.  De forma que, essa fase exige uma carga horária referente à 40 horas semanais, repleta de plantões, até mesmo em finais de semana. Por esse motivo, nos 5º e 6º anos do curso de medicina, o estudante passará a maior parte do tempo atuando nos hospitais e não em salas de aula.  Entretanto, é importante lembrar que o tempo máximo que um interno pode passar em um plantão é de 12 horas.


                       
1721512733