Água viva

Água viva

Ao participarmos da Missa deste fim de semana prestemos atenção: na primeira leitura (Livro do Êxodo, cap. 17, vv. 3-7), o povo que saiu do Egito, sedento sob o calor do deserto, murmurava contra Deus, que lhe respondeu com um milagre operado por Moisés, cujo cajado golpeado contra a rocha fez dela jorrar água pura. E no Evangelho de São João (tirado do cap. 4) – um dos trechos mais tocantes da Sagrada Escritura –, Jesus, sob o sol do meio-dia, pede água a uma mulher samaritana no poço de Jacó.

Ora, Jesus é homem e Deus (tem as duas naturezas). Como homem, sentindo sede como o povo em saída do Egito, não murmurou contra Deus Pai nem exigiu-Lhe que afastasse suas dificuldades, mas pediu à samaritana que lhe desse de beber; como Deus, Filho de Deus Pai, ofereceu a ela uma água que lhe saciaria toda sede – não mais como aquela da rocha fendida ou do poço, mas a água viva que brota de seu Coração Sacratíssimo e que purifica o interior de todo ser humano que a Ele se abre. Podemos entender esta água como seu amor, seus ensinamentos e sua sabedoria, e como a própria Pessoa do Espírito Santo, Amor mútuo entre o Pai e o Filho e que nos santifica. E mais: como não nos recordarmos da água que jorrou do lado de Cristo trespassado pela lança e da água sobre nós derramada no Batismo?

Deste modo, assim como Moisés, escolhido por Deus, conduzia o povo deserto a dentro rumo à terra prometida, Jesus é o enviado para nos conduzir ao Céu, intercessor entre a humanidade e Deus Pai – intermediário perfeitíssimo, do qual Moisés foi uma prefiguração. Por isto é que na segunda leitura São Paulo nos ensina em sua Carta aos Romanos (cap. 5, v. 1) que se estamos “justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo”.

Sendo assim, caros irmãos, aproveitemos sabiamente este tempo quaresmal e façamos aquilo que nos ensina o Salmo 94 (95): “Hoje não fecheis o vosso coração, mas ouvi a voz do Senhor!”. Somos tantas vezes arredios como o povo no deserto… Mas o bom Deus nos chama à prontidão com que a samaritana acreditou em Jesus e Lhe entregou sua vida! Continuemos firmes em nossos propósitos quaresmais! Rios de água viva se derramam sobre os que perseveram até o final!


                       
1709021532