Surto de síndrome mão-pé-boca suspende aulas em escolas de Valparaíso

Surto de síndrome mão-pé-boca suspende aulas em escolas de Valparaíso

Por Fabricio Oliveira (RP10)

Um surto de síndrome mão-pé-boca, doença viral comumente transmitida entre crianças, levou à suspensão das aulas em dez instituições educacionais de Valparaíso. Segundo dados do município, 77 casos foram notificados em seis creches e quatro escolas de ensino fundamental.

No dia 30 de março, 39 casos haviam sido confirmados, mas o aumento no número de ocorrências motivou a suspensão das aulas nesta semana como medida preventiva. A prefeitura de Valparaíso disponibilizou atividades online aos alunos afetados e, para aqueles que enfrentam problemas de conexão à internet, foi permitida a reposição de aulas no contraturno escolar.

A pediatra Luciana Botelho esclarece que a doença tem maior proliferação durante o verão e períodos chuvosos, sendo transmitida por contato direto e gotículas. A especialista destaca a importância do isolamento das crianças infectadas e da higiene nas escolas.

Os sintomas da síndrome mão-pé-boca incluem febre, pequenas bolhas na palma das mãos, planta dos pés e ao redor e dentro da boca, que não causam coceiras. A doença é autolimitada e não possui tratamento específico, sendo o tratamento sintomático.


                       
1709116048