Febre aftosa: campanha de vacinação começa no dia 1º de maio

Febre aftosa: campanha de vacinação começa no dia 1º de maio

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) informa que a campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado de São Paulo em 2023 tem início no próximo dia 1º de maio. Diferente da campanha de 2022, nesta etapa deverão ser vacinados bovinos e bubalinos de todas as faixas etárias, o que corresponde a 11 milhões de animais.

O prazo para imunização do rebanho se encerra no dia 31 de maio e o produtor rural tem até o dia 7 de junho para declarar a vacinação e atualizar o saldo do rebanho de bovinos e bubalinos e demais espécies (suínos, caprinos, ovinos, equinos e outros), através do sistema informatizado de gestão de defesa vegetal e animal (GEDAVE). A vacinação contra a febre aftosa de outros animais é proibida.

Mesmo antes do início da campanha, as equipes da Defesa Agropecuária percorrem os estabelecimentos que comercializam a vacina para verificar, além do estoque existente, as condições de armazenamento e temperatura. Durante o mês da campanha vão a campo fiscalizar, de modo amostral, as vacinações. Nesse procedimento realizam a verificação da documentação de compra das vacinas, a conservação do produto, o número de animais, a aplicação da vacina e as boas práticas de manejo.

Agroboi comercializa a venda de vacina contra a febre aftosa. Foto: Eduardo Mustafa

As vacinas devem ser adquiridas nas revendas autorizadas e mantidas entre 2 °C e 8 °C, desde a aquisição até o momento da utilização – incluindo o transporte e a aplicação, já na fazenda. Devem ser usadas agulhas novas para aplicação da dose de 2 ml na tábua do pescoço de cada animal, preferindo as horas mais frescas do dia, para fazer a contenção adequada dos animais e a aplicação da vacina.

“Quem precisar de vacina pode entrar em contato pelo telefone (18) 3701-1847 ou vir diretamente na Agroboi, que está localizada na rua Rafael Pereira, nº 1154”, explica Gustavo Mustafa Araujo, proprietário da loja. Em caso de dúvidas, a orientação do governo é procurar o órgão de defesa sanitária animal de seu estado.


                       
1718941145