‘Sou apaixonado por motos, empreender com a minha loja é um sonho’, relata Tedy

‘Sou apaixonado por motos, empreender com a minha loja é um sonho’, relata Tedy

Foto: Eduardo Mustafa

Conversamos com Luis Alberto Espirito Santo, conhecido popularmente por Tedy. Sua trajetória profissional foi por muitos anos no campo, mas a paixão por motos falou mais alto e com isso entrou no segmento. Atuou como vendedor por mais de uma década, até que no final do ano passado empreendeu ao montar a Tedy Motos, uma loja multimarca de moto nacional e importada (alta e baixa cilindrada). Confira na sequência a entrevista completa.

Onde nasceu e cresceu?

Nasci em Mirandópolis, em 1971. Fiquei na cidade até os quatro anos, depois mudamos para Araçatuba, Cuiabá, Coxim e Dourados, até que retornamos quando eu tinha uns 15 anos. Essas mudanças foram por conta que meu pai era bancário, naquela época os funcionários rodavam muito. A minha mãe sempre cuidou da casa. Tenho um irmão que hoje mora em Três Lagoas, se chama Marcio.

Porque o apelido Tedy?

O apelido surgiu quando eu era criança e morava em Coxim. O mais engraçado é que eu nem sei o porque do apelido (risos).

Como foi esse retorno?

Foi tranquilo! Terminei o ensino fubdamental na escola 14 de Agosto, na sequência fui fazer colégio agrícola na cidade de Penápolis. Nesse período foi quando comecei a namorar a Roseli, que é a minha esposa. Temos dois filhos, a Arieli, que é psicóloga e mora em Presidente Prudente, e o Diego, que é Engenheiro Ambiental. Temos um neto, o João Vicente.

Quando começou a trabalhar?

Meu primeiro emprego foi na Casa do Criador, com o Chutudo. Na sequência trabalhei um curto período no escritório do Alderico Gordo. Depois foi quando comecei a trabalhar com a família do João Godoi, na fazenda. Por lá fiquei mais de 10 anos, fazia de tudo, percorria os pastos, acompanhava a propriedade do Mato Grosso, entre outras coisas. Aproveito para agradecer toda família, pois cresci muito nesse período como pessoa e profissionalmente, é uma família maravilhosa que tenho muita gratidão.

Tedy na sua loja que está localizada no Posto Avenida, na entrada de Mirandópolis. Foto: Eduardo Mustafa

E como entrou nesse mercado de vendas?

A minha primeira experiência foi vendendo secos e molhados no Atacadão porque meu pai e meu irmão já trabalhavam nessa área. Então comecei a mexer com vendas, mas foi bem difícil porque estava acostumado a laçar boi, daí do dia pra noite comecei com a cara e a coragem com as vendas. 

E a paixão por motos?

Eu sempre gostei de moto, desde moleque já gostava e ficava olhando nas revistas e televisão. Eu era daqueles que comprava a moto e ficava mexendo nela todo dia. Agora que estamos de certa forma estabilizados conseguimos viajar, pego a moto e vou pra Santa Catarina, entre outros passeios com amigos e família.

E no ramo de vendas das motos?

Eu tive uma loja pequena enquanto ainda estava trabalhando com as vendas de secos e molhados, mas não dei conta de conciliar as duas funções. Então fechei a loja. Um tempo depois o Allison, da Alemão Imports, me chamou pra ir cobrir de forma aleatória algum funcionário que estava de folga, com isso fui entrando novamente nesse mercado. Até que comecei a ficar direto, foram uns 8 anos trabalhando com o pessoal, que também é uma família que tem a minha admiração e respeito.

Recentemente montou sua loja?

Em outubro de 2022 decidi empreender com a minha própria loja (Tedy Motos Multimarca). Hoje estamos no Posto Avenida, que é o posto do Chicão na entrada da cidade. Temos todo tipo de moto, importada e nacional, de alta ou baixa cilindrada. Aceitamos pagamento no cartão e tem a opção da pessoa fazer o financiamento. Estamos abertos até 18h30, de segunda a sexta-feira. No sábado ficamos até meio dia.


                       
1709112306