Vencetex: tradição e qualidade há mais de 65 anos

Vencetex: tradição e qualidade há mais de 65 anos

Foto: Eduardo Mustafa

Com mais 65 anos de história, a Vencetex não é apenas uma marca, mas uma tradição para nós que estamos em Mirandópolis. Com seu sabor único, a empresa segue firme com sua produção em Guararapes, são mais de 600 mil unidades fabricadas por mês. Para conhecer melhor sobre a empresa, conversamos com Daniela Teixeira Sala, responsável pela gestão de negócios da Vencetex, que é neta do fundador Antônio Teixeira. Confira na sequência a entrevista.

GRADUAÇÃO E INÍCIO NA EMPRESA

“Sou graduada em administração de empresas pela UEL (Universidade Estadual de Londrina), com especialização em propaganda e marketing. Assumi a gestão de vendas da Vencetex em 1997, e sigo na empresa até hoje”.

FUNDAÇÃO DA VENCEDOR

“Meu avô, Antônio Teixeira, trabalhava em uma empresa de bebidas em Araçatuba. Daí quando ele teve um filho, decidiu vir para Guararapes para abrir sua própria empresa, em 1957. Ao todo ele teve oito filhos, sendo que os quatro homens sempre trabalharam na empresa. Hoje dois ainda trabalham, o meu pai (Jorge) e meu tio Jaime. Um detalhe importante, o nome inicialmente era Guaraná Vencedor. Quando fomos registrar a marca na década de 1980, já existia esse nome registrado. Com isso juntaram o “Vence” de vencedor, com o “Tex”, da família Teixeira, com isso virou Vencetex”.

FORMULAÇÃO

“As formulações são todas dele (avô) até hoje. Claro que fizemos algumas adaptações de mercado, pois no ano passado, por exemplo, a Anvisa exigiu algumas questões de mercado, com isso nós nos adequamos para ficar dentro da lei. Respeitamos demais o carinho que as pessoas tem com a nossa marca e produto. Sabemos que tem um sabor de infância, algo muito emotivo. Então é algo que prezamos e respeitamos demais, isso é o que mantem a empresa firme e forte”.

DESAFIOS

“A concorrência nesse setor de bebidas é muita agressiva. Tem os grandes do mercado, que estão na liderança nacional, assim como tem as empresas com suas bebidas regionais. Na nossa região, por exemplo, tem marcas fortes em Presidente Prudente e Rio Preto. E um detalhe de mercado, quem trabalha com bebida regional precisa ter um preço 20% abaixo dos lideres de mercado, senão dificilmente sobrevive, não é fácil”.

PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO

“Atuamos de Lins até Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul. Uma curiosidade é que 50% da nossa produção é destinada para as cidades do Mato Grosso do Sul. Conseguimos esse espaço porque eram cidades que não tinham uma bebida regional. E a região mais forte, e que estamos na liderança, é de Guararapes até Três Lagoas. Sem dúvida Mirandópolis tem uma excelente representatividade nas nossas vendas”.

FUNCIONÁRIOS

“Somos em 80 funcionários, sendo que hoje a maior parte deles estão na distribuição, onde fazemos toda entrega com caminhões próprios. São cerca de 45 pessoas na logística e 25 na produção, o restante é administrativo”.

TUBAÍNA RAIZ

“O refrigerante de vidro retornável é o mais complicado fabricar, mesmo sabendo disso fazemos questão de manter em nosso portfolio. Poucas empresas regionais continuam com vidro, é um processo que custa mais caro e que precisamos vender mais barato.  Hoje 90% da produção é PET, por outro lado, o vidro é mais sustentável, pelas questões ambientais”.

INOVAÇÃO

“Há cerca de cinco anos lançamos o Guaraé, uma linha de bebidas que tem apelo à saúde dos consumidores que se preocupam com uma vida saudável, evitando problemas como obesidade. Para manter a qualidade no sabor, optamos por manter formulação com adoçantes nobres e reduzir em 60% o açúcar tradicional. Além disso, lançamos esse ano uma marca de sucos, Fruitex, com quatro sabores. E no ano que vem devemos lançar a nossa água (com e sem gás)”.


                       
1709016935