Colégio Objetivo reúne alunos, pais e comunidade em sua 1ª Feira de Ciências em Mirandópolis

Colégio Objetivo reúne alunos, pais e comunidade em sua 1ª Feira de Ciências em Mirandópolis

Com certeza saber a teoria sobre uma matéria escolar, pesquisar em livros, sites e estudar é importante para entender os conteúdos, mas quando partimos para experimentar na prática como as coisas funcionam, aí sim fica muito mais fácil para realmente aprender uma matéria escolar.

Sabendo disso, o Colégio Objetivo de Mirandópolis promoveu na sexta-feira (21) a primeira edição da Feira de Ciências sob a coordenação do corpo diretivo e dos professores com os alunos do ensino fundamental 1 ao ensino médio.

 “Já tínhamos realizado a feira de ciências em Guaraçaí, mas em Mirandópolis ainda não por conta da pandemia. Sabemos que é de extrema importância os alunos vivenciarem na prática aquilo que vem aprendendo em sala de aula. Estão envolvidos mais de 140 alunos, com participação direta dos pais e professores”, explica Vagner de Carvalho, proprietário e diretor da escola Objetivo.

Segundo Gabriela, professora de Ciências, a feira é interessante porque assim como em um laboratório de pesquisa, nem sempre as idéias ou os testes dão certo em um primeiro momento, durante semanas, vários grupos tiveram que modificar e melhorar suas idéias e materiais para uma melhor execução da atividade, tendo assim a experiência de pesquisador. “Como professora, foi muito gratificante ver os alunos apresentando seus experimentos e conhecimento para um público que não estão acostumados. E após a apresentação, em conversa com os alunos em sala de aula tivemos um retorno positivo, pois eles adoraram a experiência”, comenta Gabriela.

Giovana Fernanda da Silva, aluna do 5º ano Colégio Dinâmico Objetivo, juntamente com as amigas Maria Júlia, Nicole, Lara e Gabriela, apresentaram um pulmão artificial saudável e um pulmão artificial fumante. “Estudamos, fizemos pesquisas e aprendemos muito sobre o tema. Foi uma mistura de conhecimento, alegria, diversão e ansiedade, para nós alunos e para nossos pais que também participaram desde o começo do projeto, para que tudo acontecesse como estudamos e ensaiamos. Estou pronta e cheia de ideias para próxima feira de ciências. Obrigada a toda direção, professores e funcionários por sempre nos apoiarem”, define Giovana.

O diretor comenta que foi utilizado em vários trabalhos produtos recicláveis, com objetivo de despertar nas crianças, o cuidado com o planeta. “Todas as salas da unidade apresentavam um tipo de trabalho desenvolvidos pelos alunos. Esse tipo de atividade ajuda na autonomia, criatividade e imaginação”, finaliza Vagner.


                       
1713306799